O prefeito de Foz do Iguaçu Chico Brasileiro, recebeu em seu gabinete na manhã desta quinta-feira (03), representantes de três sindicatos patronais, Rodrigo Atílio Ghellere – Presidente do Sindicato Patronal de Transporte Rodoviário, Itacir Meyer – Presidente do Sindicato patronal do Comercio Varejista de Foz – Sindlojas,  Marcelo Martini – Presidente do Sindhotéis de Foz e Região, e da OAB Foz, tendo como representante, Vitor Hugo Nachtygal – presidente da entidade,  e o vereador Ney Patricio (PSD), presidente do legislativo, também participou do encontro.

A iniciativa desse encontro partiu do Sindhotéis, para Martini, o momento dessa retomada pede a união entre as classes.

“Estamos buscando esse contato com os demais sindicatos patronais da cidade, entidades que representam suas categorias, percebemos que temos várias questões incomuns, amadurecemos as ideias e projetos de trabalhos em conjunto, decidimos nos unir para buscar soluções em todas as categorias, e isso só vai acontecer  desde que o poder público ande junto com os sindicatos, auxiliando, apresentando sugestões e buscando soluções em conjunto e que não afete as categorias representadas”. Afirmou Martini.

Ainda de acordo com Martini, a OAB vem somar aos sindicatos patronais, “podem nos dar um suporte maior nos auxiliando na parte jurídica e também na ajuda junto ao legislativo em revisões e analises em novas leis a serem implantadas e que venham de encontro as categorias, esse trabalho todo entre o executivo, legislativo, OAB, e os demais sindicatos patronais, unem força, com intuito de transformar Foz do Iguaçu num destino sempre melhor. Concluiu Martini.

Vitor Hugo Nachtygal – Presidente da OAB Foz, disse que o encontro com prefeito foi para apresentar uma agenda positiva.

Reunião do prefeito com sindicatos
Foto: Divulgação.

Para Rodrigo Atílio Ghellere – Presidente do Sindicato Patronal de Transporte Rodoviário, esse ano começou com algumas mudanças em sindicatos, novos presidentes assumindo, “estamos conseguindo interagir entre um dos maiores sindicatos de Foz, com a união das presidências, e isso com certeza será benéfico para a sociedade, vamos ter uma força representativa dentro da cidade, perante a prefeitura e a outros órgãos, acreditamos que essas gestões terão uma força maior. Essa aproximação com a prefeitura é um ambiente que precisamos, temos que acompanhar e participar, ver os trabalhos de perto, não somos associação, somos sindicatos, temos o poder de negociar convenção do trabalho, das classes, e representações perante ao ministério do trabalho”.

Itacir Meyer – Presidente do Sindicato patronal do Comércio Varejista de Foz – Sindlojas,  disse que os sindicatos precisam falar a mesma língua, “esse encontro é de suma importância, a sociedade precisa se organizar, e os sindicatos patronais organizam as atividades comerciais e tem representatividade, conquistar um espaço com a união traz força e lutamos pelo mesmo objetivo, uma Foz do Iguaçu melhor, um comércio mais atuante um turismo mais desenvolvido, hotéis com qualidade no atendimento, melhorar no transporte, vamos melhorar e fortalecer em todos os aspectos. Se estamos bem com o turismo, nós estamos bem em todas as categorias, é uma engrenagem, essa união vai potencializar nossas ações”.

Para o presidente da Câmara Municipal, vereador Ney Patrício (PSD), a união das entidades patronais dos diversos segmentos econômicos  tem significativa importância, “somar esforços para enfrentar os grandes problemas que a cidade enfrenta, com esse crescimento que Foz está passando, com muitos investimentos como a Ponte da Integração, perimetral leste, duplicação da BR 469, novo Porto Seco, e tantas outras iniciativas, essas entidades devem estar ligadas para construirmos políticas públicas  ou providências para melhorarmos a nossa cidade como um todo”.

Comentários

Deixe a sua opinião