Primeiramente vamos deixar claro que isso não é regra!

Existem diversos fatores que também desencadeiam a acne, como os genéticos, o tabagismo, a falta de sono, a má alimentação e, especialmente neste momento de pandemia, o estresse!

Em qual região surgiu mais acne em você nesta quarentena?

Entenda algumas associações:

  • acne na testa também é conhecida como acne cosmética, devido aos produtos usados no cabelo e até pela oleosidade dele;
  • • acne na bochecha pode surgir por uso inadequado de produtos (impróprios ao seu tipo de pele), por dormir abafando a região e/ou até mesmo contaminando-a com fronha suja do travesseiro e atualmente pelo uso das máscaras;
  • • acne no nariz geralmente pelo excesso de oleosidade na zona T do rosto; e
  • • acne no queixo pode estar relacionada com alterações hormonais iniciadas na adolescência e prolongar-se na fase adulta.

As acnes que surgem devido ao uso frequente das máscaras de proteção facial ocorrem por alguns motivos:

• o tecido da máscara faz toda diferença! Escolha máscaras 100% de algodão;
• é importante higienizar as máscaras com água e sabão, enxaguá-las muito bem e evitar o uso de amaciantes;
• os cuidados com a pele devem ser potencializados com produtos antiacne, evitando uso de cremes e hidratantes;
• evite o uso de maquiagem na área que ela encobrir. Se gosta de maquiagem, evidencie apenas o seu olhar; e
• troque a máscara com mais frequência ao longo do dia.

Procure um profissional especializado para cuidar da sua pele neste momento; evite mexer por conta própria para não acabar desenvolvendo manchas e cicatrizes.

Biomédica especialista em Estética – tratamentos estéticos minimamente invasivos não cirúrgicos.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião