Conhecida como lipodistrofia ginoide, inflamação na camada profunda da pele, é estimulada por maus hábitos – apesar de a genética ser a principal causadora. A junção desses fatores pode colaborar para o agravamento do problema, como:

Açúcar em excesso

O consumo de açúcar em excesso é um grande vilão para a pele e, além da glicação, pode causar também o aumento da celulite. Isso porque a ingestão de alimentos e de bebidas com muita glicose gera retenção de líquido no organismo, o que produz inchaço e os famosos furinhos.

Abusar do sal

A ingestão demasiada de sódio também pode ocasionar inflamação no tecido celular e gerar a celulite. Para prevenir, evite o sal na comida e/ou o consumo de biscoitos e de outros alimentos que contenham muito sódio.

Roupas apertadas

Elas afetam a circulação sanguínea e podem piorar o aspecto da celulite, pois costumam causar inchaço. Para evitar, utilize tecido mais leve e confortável no dia a dia.

Ausência de atividades físicas

Quando juntamos todos esses maus hábitos com a falta de atividades físicas, a retenção de líquido só piora e aumenta o grau de celulite na pele.

Ingerir pouca água

Ingerir pouca água ao longo do dia acaba retendo mais líquidos, além de provocar mais problemas de circulação, fatores que causam a celulite. Por isso, o indicado é consumir, no mínimo, dois litros de água por dia.

Existem diversos tratamentos indicados para eliminar a celulite. Entre eles, os mais eficazes são os que estimulam a circulação. A partir dos movimentos de drenagem, toxinas e outros resíduos metabólicos também são expelidos, melhorando consequentemente o aspecto da pele como um todo.

Na clínica, contamos com o procedimento da lipomodeladora, um protocolo exclusivo que associa terapias manuais e tecnológicas.

Biomédica especialista em Estética – tratamentos estéticos minimamente invasivos não cirúrgicos.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião