Em alusão ao Dia do Patrimônio cultural nacional, celebrado em 17 de agosto, a TV Câmara conversou com o historiador, Pedro Louvain. A data é em homenagem ao nascimento de Rodrigo Melo Franco de Andrade, que foi o primeiro presidente do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e artístico nacional), por 30 anos. O IPHAN foi um dos primeiros institutos da América Latina responsável por salvaguardar o patrimônio material e imaterial do país.

Pedro Louvain, Museólogo e Historiador explicou que “por patrimônio material compreende-se: imóveis, sítios arqueológicos e por patrimônio imaterial, as manifestações culturais, danças, receitas, todos os elementos simbólicos”.

“O Patrimônio cultural nos ajuda a entender os aspetos históricos de uma determinada comunidade, a trajetória dessa cidade, de onde ela vem, pra onde ela vai. Sem o patrimônio cultural teríamos um apagão na memória, uma amnésia social”, enfatizou Pedro Louvain, Museólogo e Historiador.

Comentários

Deixe a sua opinião