Sabemos que nos últimos anos as estações vêm apresentando grandes mudanças climáticas em nosso estado, com alterações bruscas nas temperaturas. Julho, até então considerado o mês mais frio do ano, se tornou um dos mais quentes, e agosto que é marcado pelas ondas de vento com temperaturas mais elevadas, neste ano surpreendeu não só os paranaenses como parte do Brasil com um frio inesperado e neve na região sul. Mas como o mês ainda não acabou, essa última semana de agosto promete ser de calor.  

A pergunta que nós fazemos é sobre nossa imunidade: como fica nessas oscilações de temperatura com tanta discrepância?

Ao conferirmos a previsão do tempo diariamente, já começamos a perceber que vem mudanças por aí. Nos mais diversos portais de referência em meteorologia, vemos uma onda de calor tomando conta de nosso estado e uma frente fria indo embora.

Nessa última semana (17/08 – 22/08) os dias de frio trouxeram a esperança de neve em muitas regiões – algo raro em nosso país. No entanto, apenas em algumas regiões específicas foi possível ter o gostinho dessa experiência climática.

O que não esperávamos era mais uma mudança considerável em nossa região. Isso porque os dias de calor estão voltando com força total nos próximos dias. Por isso fomos atrás de quem entende do assunto e conversamos com a meteorologista Fabiana Weykamp, do portal ClimaTempo, que nos explicou o porquê dessas mudanças bruscas.

No Sul do Brasil, durante o inverno, é comum a passagem de frentes frias acompanhadas por fortes massas de ar polar, que têm potencial para provocar queda acentuada de temperatura, como aconteceu nesse último evento de onda de frio na região nesses últimos dias. Porém, a atmosfera é bastante dinâmica. Da mesma forma que chegam essas massas polares, elas também vão embora. Com o afastamento do sistema e, ficando a região com predomínio de sol, é natural que a temperatura suba”.

Fabiana explicou ainda que a direção do vento também é muito determinante para a temperatura. “Quando tem sol e o vento sopra do quadrante norte no Paraná a temperatura consegue subir com mais facilidade ainda, pois o vento está trazendo um ar mais quente de áreas do centro-norte do Brasil. Isso é o que vai acontecer nos próximos dias. Ao longo desta semana a amplitude térmica será bastante expressiva no Paraná”, alerta.

Com isso, os dias serão de temperaturas elevadas e as noites/madrugadas ainda serão relativamente frias (mas sem frio extremo).

“O predomínio continua sendo de sol nesta semana e não há condições de chuva. Por enquanto, não há previsão de outra forte frente fria/massa polar pra chegar ao Paraná”,

destaca Fabiana.

Então como um bom iguaçuense, já acostumado com as mudanças climáticas repentinas em nossa região, se prepare que os próximos dias aqui em nossa fronteira será de tempo bom e estável.

E nunca é demais reforçar a importância de você fortalecer sua imunidade clicando aqui e caso vá sair lembre-se de usar álcool em gel e máscara.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião