Uma história de amor em meio aos girassóis

Se você mora na Região Oeste do Paraná ou conhece alguém que mora, com certeza teve suas redes sociais inundadas por fotos com girassóis. Muitas pessoas tiveram “coincidentemente” a mesma ideia, nas últimas semanas.  A plantação dos girassóis da família Nandi Fontana é uma propriedade privada que nas útlimas semana ganhou bastante visibilidade. A plantação começou com um sonho de Naiara Nandi Fontana em realizar o ensaio do seu pré-wedding em meio a girassóis. Pois isso convidamos Naiara para contar um pouco da origem da plantação:

“Eu fiquei noiva no final do ano passado, e desde então comecei os preparativos para o meu casamento. Eu sempre tive um sonho de fazer as fotos do meu pré casamento num campo de girassóis, e meu pai me deu esse presente.  Na nossa região não tinha pra vender as sementes, fomos encontrar na cidade de Cascavel. Na empresa restava apenas um saco de 10kg, fiz a reserva na hora. Por coincidência, na mesma semana meu noivo, André Vieira B. da Silva, tinha um compromisso de trabalho em Cascavel, e ficou incumbido então de trazer as sementes. Somos agricultores, cultivamos soja e milho, e neste período do plantio de milho, meu pai deixou uma área reservada para os girassóis. Meu pai, Neri Fontana, juntamente com minha irmã do meio, Nailane Nandi Fontana, fizeram o plantio. Trabalho este, que teve o acompanhamento de perto da minha mãe Neide Nandi Fontana e também da minha irmã caçula Nalívia Nandi Fontana. Após o plantio fomos monitorando o crescimento e desenvolvimento da plantação. No final de abril as primeiras flores começaram a aparecer, e então pude agendar para fazer minhas fotos. Então, no dia 03 de maio, domingo, um dia muito lindo, ensolarado, estava realizando meu sonho. As fotos ficaram maravilhosas, sentíamos a energia e felicidade que os girassóis transmitem. Publiquei algumas fotos nas redes sociais, e logo começaram os elogios. Num primeiro momento tudo normal, não imaginávamos tamanha repercussão. Entretanto, passados alguns dias, as fotos com os girassóis viralizou. Foi maravilhoso ver que outras pessoas também se sentiram realizadas com a beleza do campo de girassóis, sempre com a alegria estampada no rosto”.

 

Naiara Nandi Fontana e o noivo.

Claro que após seu ensaio a plantação continuou com todo cuidado de sua família, despertando assim encanto nas pessoas que passam pela região.

“Ressalto, que em nenhum momento convidamos, ou divulgamos visitação, todos que passaram por lá, foram por iniciativa e vontade própria. Por ser área rural, aberta, conseguiram o acesso. Estamos passando por um momento difícil, e como medida preventiva ao covid-19, decretada por órgãos públicos e de conhecimento de toda população, precisamos evitar aglomerações, pedimos que todos fiquem em casa neste momento. Vamos colher os girassóis, e a intenção é fazer o replantio, para que todos tenhamos nova oportunidade de contemplar a beleza do campo de girassóis. Muitos me perguntam o porquê de eu ser apaixonada pelos girassóis. A flor do girassol representa a felicidade, e além disso, neste novo passo que estarei dando em minha vida, o sacramento do matrimônio, significa prosperidade, lealdade e longevidade. Isso é o que eu espero para o meu casamento. Agradeço a Deus por ter realizado meu sonho e a minha família e noivo por ter concretizado. Que esses girassóis iluminem o coração de cada um de vocês.”

 

Newsletter

Ama a tríplice fronteira tanto quanto nós? Assine a newsletter 100fronteiras e receba conteúdo exclusivo. Seu apoio aprimora nosso trabalho para que possamos ajudar a aprofundar sua conexão com Ciudad del Este, Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú enquanto investimos no futuro do jornalismo local.

Participe da comunidade 100fronteiras

Apoiando o jornalismo local, você valoriza a sua cidade, seu estado e a integração dos três países. Nossa equipe está diariamente trazendo notícias da fronteira, apresentando novos lugares, histórias. Assinando você receberá conteúdos e promoções exclusivas.

Entre em nosso grupo do Whatsapp. Apoie a mídia local!

Nos encontramos lá, até mais!



Deixe a sua opinião