Um vídeo sobre Foz do Iguaçu

798

Fotos: Dantas Duarte

3 PERGUNTAS PARA…

Dantas Duarte, estudante de Geografia da Unila, e Walter Dysarsz, empresário. Ambos são produtores do documentário Um voo sobre Foz.

Dantas Duarte, Matheus Rios, Solange, Walter Dysarsz e Thyago Thomazoni

Qual foi a motivação para a realização desse documentário?

O canal SSC Foz do Iguaçu surgiu a partir de uma iniciativa entre eu e o Walter Dysarsz em 2016. Participamos, há mais de dez anos, do fórum que tem o mesmo nome do canal, o “Skyscrapercity”, em que se pode discutir o urbanismo, a questão do transporte público, das obras na cidade e até da política. Nesse fórum existe uma seção sobre obras em Foz do Iguaçu, na qual o pessoal discute aspectos relacionados a urbanização, obras, investimentos etc.

O canal tem a intenção de fazer um registro do nosso tempo, ao mesmo tempo em que gostamos de falar de assuntos históricos e de lugares da Região Oeste do Paraná. Então decidimos homenagear Foz do Iguaçu esse ano com um documentário em que discutimos a geografia e história da cidade. Percebemos a ausência de um material desse tipo, que fugisse do viés turístico, ao qual a maioria das produções que fala sobre Foz está atrelada.

Nesse documentário decidimos abordar alguns aspectos atuais do município, apresentando um levantamento ilustrado por imagens feitas com drone. O principal conceito do documentário é a imagem aérea, pois assim podemos ter uma dimensão diferenciada do espaço geográfico. Decidimos também abordar a parte da história que fala da origem da cidade, pois como discutimos a cidade em si quisemos mostrar como Foz se originou, onde começou a colônia militar que deu origem à cidade.

Como vocês esperam colaborar com a história da região transmitindo conhecimento ao público?

Esperamos que esse vídeo seja visto por muitas pessoas de Foz e por quem gosta da cidade também. Tivemos notícia de pessoas de Foz que estão na Nova Zelândia, na Ucrânia, que assistiram ao documentário e gostaram. Percebemos que as pessoas, ao ver a cidade e ao ver seu bairro representado em um vídeo como esse, se identificam. Talvez seja um passo para a revalorização da cidade por parte dos cidadãos, para que as pessoas comuns possam refletir sobre coisas da cidade, o que poderá impactar até nas decisões políticas em algum momento.

Hoje fazemos o registro do nosso tempo, e daqui a alguns anos veremos, por meio desses vídeos, como as coisas mudaram e vêm mudando rapidamente. No documentário adotamos uma linguagem de fácil entendimento, para que todas as pessoas que assistirem entendam de forma objetiva o que queremos mostrar. Colocamos também legenda em espanhol, pois Foz é o centro da América Latina.

Pensamos ainda numa perspectiva de educação relacionada à história, pois o documentário já foi apresentado algumas vezes na Unila e teve uma boa recepção. Logo, pode ser exibido para alunos do município, ajudando na formação dos novos cidadãos.

Há previsão de outros projetos nessa área?

Temos pretensão de mudar o nome do canal para “Era uma vez no Oeste”, pois o nome “Skyscrapercity Foz do Iguaçu” é um pouco complexo. Porém não temos intenção de nos restringir apenas ao Oeste.

Recentemente lançamos um novo vídeo chamado “Compras no Paraguay”, ao som de O Guarani, de Carlos Gomes, e estamos produzindo outros vídeos que em breve estarão no ar. Queremos fazer outros documentários sobre a região, mesmo que sem narração, a exemplo do vídeo sobre a Vila Bananal, que é também um pequeno documentário.

Há ainda o primeiro documentário do canal, Jusante – o caminho das águas, um documentário científico que fala de aspectos ambientais dentro da Geografia, da Geomorfologia e da questão da água, tudo isso começando em Foz.



Formada em Jornalismo (UDC) e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas (Unila), atualmente é jornalista e editora na Revista 100fronteiras.


Deixe um comentário