Recentemente saiu uma pesquisa feita pelo Ministério do Turismo sobre os destinos tendência para esse ano, e Foz do Iguaçu está entre eles. Mas será que nossa cidade está preparada para receber essa grande quantidade de turistas? A 100fronteiras entrou em contato com o Secretário de Turismo, Paulo Angeli, para saber como estão os preparativos para o turismo em Foz do Iguaçu em 2021.

100f: Quais são os planos para o primeiro semestre de 2021 para o turismo de Foz?

Paulo Angeli: No primeiro semestre de 2021 uma nova campanha de promoção turística deve ser colocada no ar. Essa campanha será validada pelo trade através do COMTUR. A ideia é que seja uma campanha colaborativa, onde todas as entidades e a iniciativa privada também possam abraçar a campanha e potencializar a sua repercussão.

Por outro lado, estamos focando também em relatórios de pesquisas e estatísticas. Esses relatórios devem subsidiar o mercado e também o planejamento de nossas próprias ações com mais assertividade.

Paulo-Angeli-no-festival-das-cataratas -COMTUR
Paulo Angeli é o atual Secretário de Turismo de Foz do Iguaçu.

Também vamos manter uma agenda ativa junto ao Governo Estadual e Federal, sempre levando pautas de interesse do município. Logo no início de janeiro, tive agenda com o Governador Ratinho Junior, cujos pleitos foram todos defendidos positivamente pelo governador. Junto ao Ministério do Turismo, já com foco e otimismo na retomada sequencial do mercado internacional, enviamos ofício com pleito para facilitar a entrada de estrangeiros.

100f: Você acha que a campanha Foz Conhecendo Foz irá ajudar de certa maneira, na retomada do turismo neste ano? 

Paulo Angeli: A Campanha Foz Conhecendo Foz está sendo um grande sucesso. Ela é responsável por contribuir com profissionais do turismo, afetados economicamente pela pandemia. Através do excelente trabalho desses profissionais, também estamos oportunizando que, a campanha gere um sentimento ainda mais forte de pertencimento e orgulho no morador de Foz do Iguaçu. Os guias de turismo atuam com os moradores da mesma forma que o fazem com os turistas. Isso é uma verdadeira experiência, que traz ainda mais valorização para o turismo local.

Cataratas do Iguaçu vista de cima

100f: Já tem uma ideia de como será a retomada?

Paulo Angeli: A retomada já começou em 2020. O que vamos fazer agora é intensificar junto à Gestão Integrada ações e campanhas, para ampliar o ingresso de potenciais novos visitantes. O setor de eventos também está no radar para que eles possam gradativamente reconfirmar suas datas em Foz do Iguaçu contribuindo principalmente para o equilíbrio sazonal.

100f: Pretendem continuar atraindo turistas regionais, como já estava sendo feito em 2020, ou estão pensando em expandir para nível nacional e internacional, agora com a vacina?

Paulo Angeli: O turismo regional, além de realidade é também uma tendência pra 2021 em todo Brasil. Pesquisas do Ministério do Turismo apontam para uma nova modalidade chamada “Staycation”. Essa modalidade também é conhecida como Turismo de Proximidade que é a opção de turismo para se hospedar ou realizar passeios na própria cidade de moradia e arredores.

O foco principal deve sim permanecer no regional, porém estamos estendendo a faixa para um raio de até 1.000 km para buscar o público de todo o Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e até uma boa faixa do Paraguai.

No segundo semestre devemos ampliar as ações de mercado para o mercado nacional na região sudeste e nordeste. Já o mercado internacional será focado no latino, preferencialmente nos vizinhos com maior potencial de consumo. Nos outros continentes devemos seguir o plano da Embratur, ainda de forma cautelosa.

100f: Como está a preparação para receber os turistas este ano, já que a cidade foi nomeada como um dos destinos tendência para 2021?

Paulo Angeli: Por aqui seguimos mantendo rígidos protocolos de segurança sanitária, com cada vez mais empresas aderindo ao Certificado de Ambiente Seguro.

Hoje, a cidade dispõe de uma média de 27 voos diários, porém devemos trabalhar também para ampliar essa oferta que será decisiva para o aumento do nosso fluxo de visitantes.  A Terra das Cataratas também possui um dos maiores parques hoteleiros do país. São aproximadamente 28 mil leitos em hotéis, que não param de buscar melhorias em sua infraestrutura para bem atender aos nossos turistas.

Ainda em 2021, também deveremos ter mais boas notícias em relação aos atrativos da cidade, vem muita novidade boa por aí.

marco-tres-fronteiras-
Visitante no Marco das Três Fronteiras. (Foto: Nilton Rolin)

100f: Você acredita que turismo em Foz do Iguaçu em 2021 dará um salto, voltando a bater recordes em número de visitação?

Paulo Angeli: Acredito que os números serão de longe muito melhores que os de 2020, mas não acredito em recordes ainda nesse ano. Tenho certeza que plantando as sementes certas, em 2022 sim, poderemos ter um ano com quebra de recordes em visitação, do mercado nacional, pois o internacional ainda é um tanto incerto.

Participe da conversa

3 Comentários

  1. Parabéns Paulo Angeli pelo trabalho sério, é pela sua dedicação que vem prestando por Foz do Iguaçu.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião