Se quer descobrir vistas incríveis e recantos inexplorados de uma das 7 Maravilhas da Natureza as Cataratas da Argentina, não perca esta matéria, onde lhe contamos como pode organizar a sua visita em 2 ou até 3 dias.

5 motivos para visitar o Parque Nacional Iguazú, Argentina:

  1. As Cataratas do Iguaçu são um conjunto de 275 quedas que se distribuem por 2700 metros, razão pela qual são consideradas as maiores do mundo. É um recurso natural compartilhado entre Brasil e Argentina. 80% das cachoeiras se encontram em território argentino, incluindo a Ilha San Martín. Por isso é altamente recomendável complementar a visita ao Parque Nacional Brasileiro e suas belas vistas panorâmicas, com a experiência de percorrer as cataratas do lado argentino.
  2. Dentro da área das Cataratas há um total de 4 incríveis circuitos pedestres, que permitem apreciar os diferentes cartões postais das Cataratas e da selva de Misiones.
  3. Duas atividades náuticas imperdíveis para desfrutar ao máximo do rio são a Grande Aventura e a Caminhada Ecológica.
  4. Uma recomendação muito especial: organize sua visita às Cataratas do Iguaçu nos dias em que se realizam as Caminhadas da Lua Cheia.
  5. No Parque Nacional do Iguaçu está um dos hotéis mais sofisticados da Argentina, e também é o único que tem uma vista privilegiada da Garganta do Diabo.
Vista Aérea Circuitos Cataratas del Iguazú – Argentina Credit: Iguazú Argentina / Iguazú Argentina

Resumo da Agenda dia a dia:

Dia 1: Caminho Verde, Circuito Inferior, Trem Ecológico da Selva, Garganta do Diabo e Caminhada Ecológica

Dia 2: A Grande Aventura e Circuito Superior

Dia 3 +: Trilha do Macuco, Gran Meliá Hotel e Caminhada da Lua Cheia

Credit: Administración de Parques Nacionales

Parque Nacional do Iguazú

Abrange um total de mais de 67 mil hectares de extensão, que preservam a maior biodiversidade da ecorregião da Selva Paranaense. Foi criado em 1934, e sua principal atração são as Cataratas do Iguaçu, declaradas Patrimônio da Humanidade pela UNESCO e uma das Novas 7 Maravilhas da Natureza.

A área de conservação que juntos compõem os Parques Nacionais da Argentina e do Brasil ao redor das Cataratas do Iguaçu, somando as inúmeras reservas naturais e parques provinciais distribuídos por todo o território da província de Misiones, Argentina, formam um dos pontos de acesso à biodiversidade do planeta Terra IMIBIO.

A incrível natureza que o compõe inclui uma diversidade de espécies arbóreas e botânicas, e centenas de espécies de pássaros, répteis, insetos e mamíferos, que você terá a oportunidade de apreciar se prestar atenção e aguçar seus sentidos. Parque Nacional do Iguaçu.

Informação útil

  • Compra de ingressos: Ingressos
  • Custo Residentes do MERCOSUL: AR$ 1.680 (sujeito a atualizações). A renda do segundo dia consecutivo tem desconto de 50%.
  • Horário: das 8h às 18h.
  • Serviço de estacionamento com custo adicional
Balcón de Garganta del Diablo
Credit: The Content Land / Ministerio de Turismo de la Provincia de Misiones

Como organizar a sua visita em 2 dias + 1 adicional:

Recomendações:

  • Não alimente animais selvagens
  • Respeite a sinalização e viaje pelas trilhas habilitadas
  • Não fumar ou jogar lixo nas trilhas
  • Leve água e mantenha-se hidratado
  • Use protetor solar de alta proteção
  • Use chapéu e óculos de sol
  • Use repelente de insetos
  • Use roupas frescas e confortáveis ​​(preferencialmente algodão) e calçado apropriado para longas caminhadas (preferencialmente tênis ou sandálias esportivas)
Pega. Fauna do Parque Nacional do Iguaçu, Argentina. Crédito: The Content Land / Ministério do Turismo da Província de Misiones Credit: The Content Land / Ministerio de Turismo de la Provincia de Misiones

Dia 1:

Ao entrar no Parque Nacional, é altamente recomendável contratar o serviço de Guia Profissional de Turismo. O estande onde eles atendem fica logo no portal de entrada. Durante o passeio eles te acompanham e te dão todas as informações sobre a formação geológica das Cataratas, os aspectos históricos e culturais da região e a criação do Parque, além de detalhes incríveis sobre biodiversidade e outras curiosidades. Mais informações em: Guias Profissionais de Turismo Iguazú.

O ponto de partida é fazer uma visita ao Centro de Interpretação, que fica muito perto da entrada, onde pode conhecer e compreender toda a experiência maravilhosa que o espera a seguir.

Então você pode ir ao posto de informações Iguazu Argentina, onde eles te dão os ingressos para os passeios de trem (que já estão incluídos no pagamento da entrada no parque), com os horários já estabelecidos para as diferentes estações para que você possa organizar sua visita da melhor forma.

Depois pode continuar o percurso até à Estação Central para apanhar o comboio, ou continuar a caminhar pelo Caminho Verde.

Circuito Inferior – Vista Panorámica Credit: Vagamundos Argentinos / Ministerio de Turismo de la Provincia de Misiones

O Trem Ecológico da Selva:

Tem vagões totalmente abertos, para desfrutar do contacto com a Natureza. Sua velocidade é de 20 km por hora e a propulsão das locomotivas é elétrica ou com Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o que minimiza o impacto ambiental. Dentro da rota, existem três estações de distribuição: Estação Central, Estação Cataratas e Estação Garganta del Diablo, que o aproximam dos diferentes circuitos. Eles têm banheiros e quiosques. Mais informações em: Trem Ecológico da Selva.

Tren Ecológico de la Selva
Credit: Iguazú Argentina / Iguazú Argentina

O Caminho Verde É um atalho pedestre, para contemplar a natureza, e une-se por 600 mts. a Estação Central com a Estação Cataratas.

Um ponto de destaque é que o Parque Nacional do Iguaçu é certificado em Acessibilidade Turística, com circuitos e passarelas acessíveis para cadeirantes e carrinhos de bebê, além de serviços e instalações para deficientes auditivos e cegos. Mais informações em: Turismo Acessível no Parque Nacional do Iguaçu.

Circuito Inferior:

Da Estação das Cataratas da Argentina você pode ir até o Circuito Inferior, onde poderá apreciar as cachoeiras que emergem da selva, e uma vista panorâmica única do conjunto completo de Cataratas em um passeio de aproximadamente 2 horas. Esta caminhada possui rampas acessíveis e seu percurso pode ser feito parcialmente em cadeiras de rodas e carrinhos de bebê. Possui ainda uma parte do percurso com escadas metálicas, devidamente sinalizadas.

No final da caminhada pelo circuito inferior, vai querer tirar uns minutos para descansar e repor as energias, por isso é a altura ideal para almoçar e refrescar-se.

Vista Panorâmica Circuito Inferior. Parque Nacional do Iguaçu, Argentina Crédito: ITUREM Credit: ITUREM

Opções gastronômicas no Parque Nacional do Iguaçu:

Dentro do Parque Nacional do Iguaçu, o Restaurante El Fortín oferece o tradicional grelhado argentino, além de uma variedade de saladas, pratos quentes, pratos regionais e sobremesas.

Você também encontra fast food e bebidas nos quiosques localizados nos pontos de distribuição dos circuitos.

Depois, você pode voltar para a Estação Cataratas, onde pode pegar o trem para o circuito Garganta do Diabo.

Circuito da Garganta do Diabo:

O circuito Garganta do Diabo é um passeio por passarelas metálicas estendidas sobre o Alto Iguazú, totalmente planas, que permitem o trânsito em cadeiras de rodas e carrinhos de bebê.

Depois de 1.100 metros chegam à famosa varanda da Garganta do Diabo, sem dúvida, o ponto culminante mais incrível das Cataratas da Argentina. A Salto Unión ou Garganta del Diablo constitui a fronteira internacional entre Argentina e Brasil. Muitas pessoas que vêm a este lugar experimentam uma emoção incrível, até às lágrimas.

Deste ponto também é possível avistar o incrível cânion que se forma ao longo do conjunto de quedas. O percurso total da caminhada Garganta del Diablo leva aproximadamente 2 horas.

Balcón Garganta del Diablo
Balcón de Garganta del Diablo – Parque Nacional Iguazú, Argentina. Foto: Agustina López Credit: Agustina López / Ministerio de Turismo de la Provincia de Misiones

Caminhada Ecológica:

Ao retornar das passarelas da Garganta del Diablo, recomendamos que você faça a Caminhada Ecológica, um passeio em um barco flutuante muito tranquilo pelo alto rio Iguaçu e o delta que forma túneis de vegetação, acompanhado por um guia do guia local.

A partir deste passeio é possível apreciar a incrível natureza em todo o seu esplendor, os pássaros, uma variedade de peixes e répteis, macacos, e outros mamíferos que podem ser vistos. Percurso total: 2,5 km. Duração aproximada: 45 minutos. Mais informações em: Caminhada Ecológica.

Antes de sair do Parque Nacional, solicitei a revalidação do seu ingresso, para entrar no segundo dia consecutivo pagando 50% do valor da entrada.

Paseo Ecológico. Foto: Iguazú Jungle Credit: Iguazú Jungle / Iguazú Jungle

Dia 2:

O dia 2 começa com a Grande Aventura, uma experiência imperdível. A aventura começa com um passeio em caminhão ecológico, com combustão de gás liquefeito de petróleo. Um guia turístico conta detalhes do ambiente natural durante os 8 km da trilha Yacaratiá.

Em seguida, você embarca em uma lancha especialmente preparada para a navegação do Rio Iguaçu. De lá são 6 km de navegação, sendo o último trecho de muita adrenalina, subindo as corredeiras que se formam próximo às cataratas. Parada obrigatória com vista para o cânion Garganta do Diabo e todas as cachoeiras para tirar fotos.

O ponto máximo da adrenalina está no batismo nas cataratas, a partir de uma aproximação feita pelo capitão ao pé do Salto San Martín, e do Salto Tres Mosqueteros, uma experiência para viver pelo menos uma vez na vida.

A viagem inteira leva aproximadamente 2 horas e 15 minutos. Em seguida, a caminhada volta à mesma caminhada inicial, e termina próximo à área gastronômica e no início dos circuitos inferior e superior. Mais informações em: Great Adventure Tour.

Algumas dicas sobre a Grande Aventura:

  • Você pode comprar seus ingressos online e também dentro do Parque Nacional.
  • Por favor, leia as restrições de viagem com atenção.
  • É altamente recomendável trazer roupas sobressalentes para trocar, pois após o Batismo nas brumas você fica completamente encharcado.
  • Durante o passeio, eles fornecem uma bolsa ecológica impermeável para guardar seus pertences para que não se molhem.

Ao final desta experiência única, você vai querer recarregar as baterias e descansar por alguns minutos. Para isso você pode desfrutar de um delicioso almoço na área gastronômica do Parque Nacional.

Circuito Superior:

À tarde, continuamos percorrendo o circuito Superior, um passeio por passarelas metálicas dispostas sobre o rio, e de onde você poderá apreciar as cachoeiras de cima, com vistas panorâmicas únicas do conjunto de quedas, chegando ao imponente Salto San Martín, o segundo mais poderoso depois da Garganta do Diabo.

Este circuito é completamente plano, pode ser percorrido em cadeira de rodas ou com carrinhos de bebé. Tem uma extensão total de 1750 metros e a sua viagem demora cerca de 2 horas.

Vista panorâmica do Circuito Superior. Parque Nacional do Iguaçu, Argentina Crédito: The Content Land / Ministério do Turismo da Província de Misiones Credit: The Content Land / Ministerio de Turismo de la Provincia de Misiones

Dia 3: Muito mais para desfrutar no Parque Nacional do Iguaçu:

Trilha do Macuco:

Pode-se acrescentar mais um dia, pelo qual é altamente recomendável começar cedo, com o percurso da Trilha do Macuco. Uma viagem super natural ao coração da Selva de Misiones, lhe permitirá desfrutar de um contato único com sua essência. São 7 km de percurso por um caminho pedestre acidentado no coração da selva, que culmina nas Cataratas de Arrechea.

Este passeio não tem serviços, por isso é importante que você se prepare com antecedência e traga água potável suficiente. Recomendamos que a visite acompanhado por um Guia Profissional de Turismo, que poderá contratar ao entrar no Parque. Mais informações em: Trilha do Macuco

Sendero Macuco. Parque Nacional Iguazú, Argentina. Foto: The Content Land Credit: The Content Land / Ministerio de Turismo de la Provincia de Misiones

Ao final desta incrível jornada de aproximadamente 3 horas, recomendamos que você visite um dos hotéis mais prestigiados da Argentina, cuja entrada fica bem próxima ao acesso à Trilha do Macuco.

Gran Meliá Iguazú:

É o único hotel localizado dentro do Parque Nacional do Iguaçu, com vista exclusiva para o cânion Garganta del Diablo. Claro que você pode ficar, ou desfrutar de sua requintada cozinha gourmet. E porque não, mime-se com um maravilhoso dia de piscina, que lhe dá acesso à enorme piscina com vista infinita para a Garganta do Diabo, bem como acesso ao belíssimo Spa do hotel.

Uma menção marcante merece o Alter, o bar localizado na cobertura do hotel. Uma vista fascinante do cânion da Garganta do Diabo emoldurado pela enorme piscina e os jardins que a cercam, a partir de um espaço descontraído, com bebidas gourmet refrescantes e música chill out para curtir o melhor pôr do sol da região.

Devido à alta ocupação do hotel, recomendamos que faça sua reserva de hospedagem e verifique a disponibilidade de reserva no restaurante e piscina com antecedência em: Gran Meliá Iguazú

Gran-Melia-Iguacu
Gran Meliá Iguazú. Foto: Divulgação.

Caminhada da Lua Cheia nas Cataratas da Argentina

Uma experiência inesquecível nas Cataratas do Iguaçu é poder apreciá-las em sua majestade à noite, à luz da lua cheia. Cinco noites por mês são realizadas essas caminhadas, você pode conferir o calendário no link, na parte inferior da nota.

Recomendamos organizar a visita a Iguazú nessas datas e comprar os ingressos com a maior antecedência possível, pois são muito procurados.

A vida da selva à noite é recriada diante de todos os sentidos. O passeio dura aproximadamente duas horas, é acompanhado por guias turísticos profissionais e guardas florestais.

Começa com um passeio no Trem Ecológico da Selva, até a estação Garganta del Diablo, de onde se realiza o passeio caminhando pelas passarelas de 1100 metros, até a icônica varanda da cachoeira, de onde se podem ver as maravilhosas quedas do luz. da estrela É até possível ver arco-íris à noite.

O ambiente convida ao romantismo. Não é raro ver casais apaixonados comemorando aniversários, declarações de amor e até pedidos de casamento.

Ao final da caminhada, é possível jantar no Restaurante La Selva, com cardápio completo de churrasco argentino, buffet de saladas, pratos quentes e sobremesas.

Para reservas e mais informações: Iguazú Full Moon Tours

Malvina Solis

Licenciada en Turismo
Radicada en Puerto Iguazú, Argentina hace 18 años. Soy una apasionada del Turismo, y de la tierra prodigiosa en la que vivo, donde las Cataratas del Iguazú son nuestra bandera, y en la que dos ríos hermanan tres países. La tierra roja y la selva Misionera están impresas en mi corazón.
Mi carrera profesional pasó por la hotelería; la enseñanza superior en Hotelería y Turismo, y la institucional; y como representante del destino Iguazú para el segmento MICE desde el Iguazú Convention Bureau. Actualmente me desempeño en el Ministerio de Turismo de la Provincia de Misiones, en el área de Promoción Turística y Planificación Estratégica.

Comentários

Deixe a sua opinião