Search

Sommelier esclarece as principais dúvidas sobre os diferentes tipos de embalagens e rolhas para os vinhos

[#GustavoSiqueira]

Quando se fala em vinho, é muito comum lembrar da expressão “abrir uma garrafa de vinho”. Afinal, a expressão faz parte de um verdadeiro ritual de apreciação da bebida. Entretanto, a boa e velha garrafa de vidro está abrindo espaço para novas embalagens presentes no mercado, como as caixas da bebida.

O Sommelier da Decanter Blumenau, Sidney Lucas, destaca que as garrafas de vidro são a maneira mais popular de preservar o vinho hoje. “O vidro foi escolhido por ser resistente à contaminação de microrganismos e exigir uma higienização simples. Outro ponto importante da garrafa de vidro, é que ela não afeta o processo de envelhecimento da bebida e protege a qualidade do vinho”, diz.

O conceito de Bag in Box é uma solução para fazer o vinho durar mais, sem precisar da garrafa de vidro. “A embalagem nada mais é do que é um saco dentro de uma caixa. A versão possui uma espécie de torneira que fica fora da caixa e impede a entrada de ar quando o vinho é servido, o que evita o processo de oxidação da bebida e garante mais durabilidade depois que o vinho é aberto”, relata o sommelier.

Tampas e rolhas

Além da garrafa, os tipos de rolhas para vinhos também causam algumas dúvidas entre os apaixonados pela bebida. O sommelier explica que a rolha de cortiça é a mais tradicional no mundo dos vinhos. “Este tipo material impede que o líquido entre em contato com o oxigênio. Por outro lado, a rolha é mais suscetível ao risco de contaminação por TCA (tricloroanisol), que ocasiona mofo e odor, e danifica o vinho”, alerta.

O sommelier da Decanter Blumenau destaca que as rolhas sintéticas são feitas a partir do plástico, sendo ideais para vinhos jovens. Seguindo a mesma linha, a tampa de rosca é prática e protege a bebida por mais tempo depois de aberta. “Por último, a rolha de vidro ainda não é tão conhecida e utilizada no mercado de vinhos, mas, apresenta benefícios, já que por não apresentar sabor, acaba não interferindo no aroma final da bebida”, conclui.

Decanter

Uma das maiores e mais destacadas importadoras de vinhos do Brasil, a Decanter foi eleita a Importadora do Ano, na edição anual de vinhos da revista Gula. Fundada em Blumenau, em 1997, conta com mais de 50 distribuidores por todo o país, além da rede de Enotecas Decanter. Seriedade, respeito ao cliente e uma política de preços convidativos têm sido alguns dos suportes desse crescimento. No entanto, é a esmerada seleção de vinhos que dá corpo à empresa.

Participe da nossa comunidade!

Ama a tríplice fronteira tanto quanto nós? Entre na comunidade 100fronteiras e receba conteúdo exclusivo. Seu apoio aprimora nosso trabalho para que possamos ajudar a aprofundar sua conexão com Ciudad del Este, Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú enquanto investimos no futuro do jornalismo local.



Deixe um comentário e participe da Comunidade 100fronteiras