Síndrome do Pensamento Acelerado

191

Você deve estar pensando: “Eu não tenho isso, não. Sou uma pessoa saudável e bem resolvida. Minha mente está ótima”. É, eu também pensava assim. E por algum tempo ela pode até estar, mas inevitavelmente em algum momento de nossas vidas passaremos por isso. Seja por algo que não falamos, um imprevisto no trabalho, um problema a ser resolvido, enfim, todas essas coisas, pequenas ou grandes, interferem na nossa paz e causam problemas para a nossa saúde mental.

Nós nos preocupamos tanto em manter nossas contas em dia, nossa casa arrumada, nosso emprego em ordem, nosso corpo em forma, mas nos esquecemos muitas vezes de cuidar da nossa mente. E é sobre isso que o médico psiquiatra, psicoterapeuta e também escritor Augusto Cury fala no livro “Ansiedade – Como enfrentar o mal do século”.

De acordo com as pesquisas feitas por ele, a ansiedade decorrente da Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA) é considerada pior que a depressão, pois é causada pela ansiedade menos perceptível, derivada do excesso de pensamentos que temos.

No livro, ele cita que “pensar é bom, pensar com lucidez é ótimo, porém pensar demais é uma bomba contra a saúde psíquica, o prazer de viver e a criatividade. Não são apenas as drogas psicotrópicas que viciam, mas também o excesso de informação, de trabalho intelectual, de atividades, de preocupação, de uso de celular”.

Vivemos em um mundo digital que nos bombardeia com milhões de informações diárias, e nós não aprendemos a filtrar o que é essencial do que é superficial. Consumimos todo tipo de informação e ansiamos por mais informações, pelo imediatismo, o que gera excessos e vício; nesse caso, o vício de pensar. E com isso adoecemos coletivamente.

“Atualmente, os transtornos de SPA e ansiedade são potencializados pelo estilo de vida hiperestimulante e hiperexigente. Em um passado recente, as pessoas não tinham tantos meios de comunicação e exigência de status e desempenho, por exemplo, profissional, financeiro, familiar e afetivo/sexual. A facilidade com que se envia e recebe mensagens faz com que as pessoas se sintam invadidas e violadas no direito de privacidade e resposta no momento em que puder ou quiser responder”, destaca a doutora em Psicologia pela USP Nazaré de Oliveira Almeida.

Eu mesma sempre me vi como uma pessoa ansiosa. Quando mais jovem, só de pensar nos problemas do dia seguinte, não conseguia dormir, e isso gerava aflição, estresse e até medo. “Uma das características mais marcantes da Síndrome do Pensamento Acelerado é o sofrimento por antecipação. Ficamos angustiados por fatos e circunstâncias que ainda não aconteceram, mas que já estão desenhados em nossa mente”, escreve Cury.

Augusto Cury – Foto: Divulgação

Com o passar do tempo e das experiências, percebi que a melhor maneira de resolver esses problemas era manter a calma, pois no final tudo daria certo. Com isso, passei a me preocupar menos e a não viver ansiosamente, assim conclui que estava bem. Entretanto, ao ler o livro sobre a SPA, notei que ainda carrego alguns desses sintomas e, sinto em lhes dizer isso, vocês também.

 

Como saber se você sofre da SPA?

Alguns dos sintomas que caracterizam a Síndrome do Pensamento Acelerado, de acordo com Augusto Cury, são:

– dores de cabeça e dores musculares;

– cansaço ao acordar;

– irritação e intolerância a contrariedades;

– impaciência e tédio;

– dificuldade para lidar com pessoas lentas;

– sofrer por antecipação; e

– ter déficit de concentração e de memória e ter insônia. “O sono é vital para uma mente equilibrada, produtiva e saudável”, declara o doutor.

As causas desses problemas são:

– excesso de informação;

– excesso de atividades;

– excesso de trabalho intelectual;

– excesso de preocupação;

– excesso de cobrança;

– excesso de uso de celulares; e

– excesso de uso de computadores.

Preste atenção nos seus filhos

E apesar de parecer que a Síndrome do Pensamento Acelerado só ocorre em adultos, devido às altas cargas de trabalho ou ao acesso a informações imediatas, esse problema afeta também crianças.

Com certeza você já deve ter visto uma criança de 1 ano mexendo em um celular ou ligando a televisão e pensado em como as crianças estão nascendo mais espertas hoje em dia. Mas, de acordo com o Dr. Cury, isso é reflexo da SPA. No entanto os diagnósticos feitos por especialistas, e até mesmo pelos pais, caracterizam essas atitudes como de hiperatividade.

“Quando as crianças são atingidas pela SPA na primeira infância, até os cinco anos, os pais ficam extasiados, acham que seus filhos são gênios. Então colocam-nos num mar de atividades (escola, aprendizado de línguas, música, esporte) e, além disso, permitem que acessem as redes sociais indiscriminadamente. Esse processo agita mais a mente deles”, explica Cury.

E a consequência disso é que, ao invés delas viverem a infância criando, elaborando, estabilizando sua emoção e aquietando a mente, acabam tornando-se crianças com emoção instável, insatisfeitas, irritadiças, intolerantes a contrariedades e hiperpensantes. “Já na adolescência seus filhos querem cada vez mais para sentir cada vez menos, são insatisfeitos, indisciplinados, têm dificuldade de expressar gratidão, sua autoestima está combalida, sua autoimagem está fragilizada, não aceitam “não”, são impacientes, querem tudo na hora”, ressalta.

Agora, lendo isso, não é preocupante pensar que estamos criando uma geração de crianças/jovens/adultos insatisfeitos e fracos mentalmente? Eles serão o futuro da nação, mas como?

Entre todos os ensinamentos que Augusto Cury repassa no livro sobre a SPA, o mais importante é: desacelere. Descanse sua mente. Porque, sejam crianças, jovens, adultos ou idosos, pensar demais em qualquer circunstância causa a SPA, e as consequências disso tudo se agravarão para doenças como a ansiedade, a depressão e até mesmo a morte.

Então meu conselho é: cuide de sua saúde mental e da saúde mental dos seus filhos. O bem mais preciso que temos é a nossa mente, é dela que provêm todas as outras coisas, e sem uma mente saudável todo o resto perde sentido.

Para saber mais sobre o livro e testar sua qualidade de vida, acesse:  www.augustocury.com.br.

 




Deixe um comentário