Até sexta-feira (25), a UNILA realiza a 3ª Semana da Pessoa com Síndrome de Down. O evento será realizado na modalidade virtual e irá reunir pesquisadores, profissionais e familiares para debater a educação inclusiva.

A atividade é gratuita e aberta. As palestras serão transmitidas no YouTube (http://encurtador.com.br/xzNS8) sempre às 19h. A palestra de abertura será às 19h desta segunda-feira (21), com a pesquisadora Marinalva Silva Oliveira (UFRJ), coordenadora do Laboratório de Inclusão, Mediação Simbólica, Desenvolvimento e Aprendizagem (LIMDA). Para receber certificado é necessário fazer inscrição prévia por meio do link http://tinyurl.com/4dv879tb.

Semana da Pessoa com Síndrome de Down de Foz do Iguaçu
Arte: Divulgação.

A Semana da Pessoa com Síndrome de Down é um projeto de extensão realizado por docentes da UNILA, com o apoio da Federação Paranaense das Associações de Síndrome de Down (FEPASD).

A Semana é realizada desde o ano de 2018, sempre com a participação da Associação Famílias Unidas pela Trissomia do 21, e vem se consolidando como um espaço para disseminação de conhecimentos sobre a Síndrome de Down e a inclusão na região de Foz do Iguaçu.

O evento é realizado em alusão ao Dia Internacional da Síndrome de Down, que é no dia 21 de março. A data foi instituída no Paraná pela Lei 20.599/2021, legislação que também regulamentou a Semana de Ações no Campo da Síndrome de Down.

O objetivo é favorecer a compreensão de familiares, educadores, profissionais de saúde e da população em geral, sobre os direitos à educação, à saúde, à qualidade de vida, ao trabalho e o combate ao preconceito em relação às pessoas com Síndrome de Down.

Programação

21 de março, 19h – A Escola que queremos ser: das políticas públicas a efetiva inclusão escolar das pessoas com deficiência – Marinalva Oliveira (UFRJ).

22 de março, 19h – Diversidade-Diferença e Inclusão – Maria Teresa Mantoan (LEPED/UNICAMP).

23 de março, 19h – Desafios e possibilidades no processo de inclusão escolar do aluno com Síndrome de Down – Vera Lúcia Capellini (UNESP/Bauru).

24 de março, 19h – O papel de cada um na construção de um sistema educacional inclusivo – Meire Cavalcante (LEPED/UNICAMP).

25 de março, 19h – Transição da Escola Especial para Educação Inclusiva do Instituto Jô Clemente (Antiga APAE-SP) e práticas educacionais inclusivas – Roseli Olher (Instituto Jô Clemente)

Comentários

Deixe a sua opinião