Colégio Sesi Internacional - display portal

O câncer de intestino abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso chamada cólon e no reto. Ele representa o segundo tipo mais frequente no Brasil, depois dos cânceres de mama e próstata; e é tratável se detectado precocemente.

Grande parte desses tumores se inicia a partir de pólipos, lesões benignas que podem crescer na parede interna do intestino grosso.

A detecção precoce do câncer é uma estratégia utilizada para encontrar um tumor numa fase inicial e possibilitar maior chance de tratamento. Existem diversas maneiras de rastrear o Câncer Colorretal, sendo o padrão ouro e o mais indicado, fazer a Colonoscopia.

Os principais sinais e sintomas sugestivos deste câncer são: sangramento nas fezes, massa abdominal, dor abdominal, perda de peso e anemia, bem como a mudança de hábito intestinal.

Câncer colorretal

Os principais fatores relacionados incluem: idade igual ou acima de 45 anos, obesidade, alimentação irregular e pobre em fibras. O consumo de carnes processadas (salsicha, mortadela, linguiça, presunto, bacon, salame, entre outros) e a ingestão excessiva de carne vermelha também aumentam o risco para este tipo de câncer.

Outros fatores relacionados à maior chance de desenvolvimento da doença são histórico familiar, história pessoal de câncer de intestino, ovário, útero ou mama, além de tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas. Vale lembrar que a maioria dos casos de Câncer de Colorretal acontecem em pessoas sem histórico familiar da doença na família.

Doenças inflamatórias do intestino, como retocolite ulcerativa crônica e doença de Crohn, também aumentam o risco de câncer do intestino, bem como doenças hereditárias, como polipose adenomatosa familiar (FAP) e câncer colorretal hereditário sem polipose (HNPCC). Esse tipo de câncer pode ser tratado de forma mais simples se descoberto cedo, mas, por desinformação e por medo, muitos pacientes só procuram o coloproctologista quando a doença já se encontra em estágio avançado. Não caia nessa! Faça seu rastreio correto realizando exames regularmente

Doutor Hijazi

Doutor Hijazi é cirurgião geral e um dos poucos coloproctologista em Foz do Iguaçu e colunista da revista 100fronteiras.

Comentários

Deixe a sua opinião