Colégio Sesi Internacional - display portal

Nesta terça-feira (14) Cascavel foi manchete do Gdia, em Foz do Iguaçu, com o seguinte texto “Cascavel tem 94% de ocupação nas UTIs covid e pode transferir pacientes para Foz”.

O jornal mencionou um novo surto de coronavírus na cidade vizinha, que levou a ocupação da UTI na regional a 94% na segunda-feira. No último boletim divulgado pela prefeitura de Cascavel, nesta terça-feira, os números continuaram altos, com 94,50%.

A 10º Regional de Saúde, em Cascavel, conta com 105 leitos de UTI, incluindo mais 10 no Hospital Dr. Aurelio da cidade vizinha de Nova Aurora e 3 no Hospital Bom Samaritano em Céu Azul.

Desde o início da pandemia, foram 1007 óbitos pela doença, além de 48.156 casos confirmados da doença, sendo que desse total, 46.698 foram pacientes considerados recuperados e que receberam alta do isolamento domiciliar.

Vacinação em Cascavel

Foi noticiado há pouco, que Cascavel completou a vacinação de covid-19 em pessoas acima de 18 anos. De acordo com o G1, o município recebeu 6 mil doses, e agora aguarda a orientação do Estado para definir novo cronograma.

Pacientes podem ser transferidos

Se o número de casos e internados continuarem altos na Regional de Cascavel, existe a possibilidade de transferirem pacientes para cidades próximas, como aconteceu na primeira onda da pandemia.

Aqui em Foz do Iguaçu, que abrange os nove municípios da 9º Regional de Saúde, tem os leitos de UTI e enfermaria mais baixo desde o início da pandemia, quando a cidade recebeu pacientes de Cascavel.

Panorama covid-19 em Foz do Iguaçu

Aqui na cidade, nesta quarta-feira (15) foram confirmados 41 casos de covid-19. No total, são 43.693 casos da doença no município desde o início da pandemia. Destes, 42.378 pessoas já estão recuperadas.

Do total de casos ativos, 154 pessoas estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 37 estão internadas. O município não registrou óbitos em consequência da covid-19 nas últimas 24 horas. No total, são 1.125 mortes pela doença no município desde o início da pandemia.

Comentários

Deixe a sua opinião