Agora é oficial, o uso de máscara deixa de ser obrigatório em Foz do Iguaçu, tanto em lugares externos quanto internos, com algumas exceções:

  • dentro do transporte coletivo ainda é preciso usar máscara;
  • nos serviços assistenciais de saúde
  • pessoas que apresentarem sintomas respiratórios, no acesso aos ambientes fechados e abertos

A cidade tomou a decisão horas depois do Governo do Paraná liberar o uso no estado.

Após o decreto ser publicado, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) atualizou algumas recomendações, como o uso de máscaras para professores e demais funcionários de creches e pré-escolas de programas de educação infantil que atendem muitas crianças que ainda não são elegíveis para vacinação; não vacinados contra a Covid-19 ou com o esquema vacinal incompleto; em residências quando houver pessoas com suspeita ou confirmação da Covid-19; para pessoas vulneráveis à doença, como idosos, gestantes, puérperas ou com comorbidades; pessoas imunossuprimidas; e agentes comunitários de saúde e de endemias nas visitas domiciliares.

Veja a nota da Prefeitura de Foz do Iguaçu na íntegra.

Lembrando que as únicas exceções do uso de máscara em Foz são em transporte público, serviços de sáude e pessoas com sintomas respiratórios como por exemplo, gripe.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que, referente à desobrigação do uso de máscaras, seguirá a orientação estadual. Fica desobrigado o uso de máscaras, a partir de quarta-feira (30), em locais públicos e ambientes fechados, exceto no transporte coletivo e nos serviços assistenciais de saúde. Também fica mantida a sua obrigatoriedade para todo e qualquer cidadão com sintomas respiratórios. O decreto que regulamenta as novas medidas com relação ao uso do equipamento de proteção deverá ser publicado nas próximas horas, no Diário Oficial do Município.

Qual a sua opinião sobre o tema? Conta pra gente nos comentários.

Covid-19 em Foz do Iguaçu

Neste mês de março, a cidade está com o acumulado de 2.047 casos, sendo uma média de 70,58 por dia.

No momento 87 pessoas estão doentes, sendo 73 em isolamento domiciliar e 14 nos hospitais. Além disso, nesta segunda-feira, o Hospital Municipal Padre Germano Lauck zerou a ocupação de leitos de UTI Covid.

Essas boas notícias são graças a redução dos casos graves da doença, especialmente com o avanço da vacinação. Em Foz do Iguaçu, 88% da população recebeu duas doses da vacina.

No Paraná, quase 80% da população está com a cobertura vacinal completa e mais de 4 milhões de pessoas receberam a dose de reforço. Também houve redução no número de mortes e de casos mais graves da doença. A média móvel de casos caiu 54% em relação há duas semanas e a média de mortes diminuiu 75% no mesmo período. A ocupação nas UTIs está em 33% e a taxa de transmissão é de 0,92, abaixo de 1, com tendência de queda.

Comentários

Deixe a sua opinião