Antes, o vírus da covid-19 internava mais idosos do que jovens, porém esse panorama mudou com o tempo, agora atingindo mais jovens e adultos. E a covid-19 no Paraguai não é diferente, mais de 50% dos internados, que são ao todo 2.457 pessoas, têm menos de 60 anos.

O vírus da covid-19, SARS-CoV-2, vem infectando mais jovens nos últimos tempo, tanto no Paraguai quanto no mundo inteiro, causando uma lotação em UTIs pelo tempo de internação desses jovens; esse fato se deve pois quanto mais jovem a pessoa é, maior a resistência no combate ao vírus levando a um maior tempo de cuidados.

A única medida que pode realmente ajudar na situação são as normas de segurança pública sendo exigidas pelo governo. No Paraguai, o Ministro da Saúde, Júlio Borba, diz que com as novas intervenções houve um resultado de 10% menos casos positivos da Covid-19, um cenário animador para o país. Mas com a Semana Santa, esse número deve voltar ao “normal”, infelizmente.

Mortes por Covid-19 no Paraguai

O número de óbitos até agora no Paraguai é de 4.522 pessoas (dados do dia 7 de abril), e não deve parar de crescer até que algo seja realmente feito. Júlio Borba fala que 35% a 40% das pessoas internadas pela Covid-19 irão morrer, e enquanto as internações continuarem altas, o número de mortes vai continuar crescendo.

Para o Ministro da Saúde, o que deve ser feito é cortar o mal pela raiz, parando com a circulação total do vírus. Com isso, pede que as pessoas cumpram as medidas de saúde para o bem de todos, não saiam desnecessariamente, usem máscaras para todos os lugares e mantenham a higienização.

Diálogos 100fronteiras

1 Comentário

Deixe a sua opinião