Roteirista Lauro César Muniz abre Curso de Roteiros, em Foz do Iguaçu, e revela segredos aos alunos Caixa de entrada x

275

Declarações foram dadas durante aula magna do Curso de Roteiros da ESCREVA, no fim de semana; mais de 40 pessoas já estão inscritas na formação realizada em Foz

O autor e roteirista Lauro César Muniz, 81, abriu a primeira aula do curso da Escola de Roteiros Evolutivos Assistenciais (ESCREVA), contando a impressão que teve das Cataratas. Foi no fim de semana, no Hotel Mabu Interludium, em Foz. O relato, bastante reflexivo, revela a capacidade que um dos autores mais reconhecidos do Brasil tem de perceber o que está além de uma cena: “Você está ali sozinho, no meio daquela água toda, no meio daquela manifestação da natureza, e você diz: Da onde vem isso? Como é que isso começou?”. E reforçou, pontuando que “existe uma transcendência, é essa a palavra certa, ‘transcendência’, no momento em que você é tomado por essa visão”.

Durante a aula, a atriz e diretora Bárbara Bruno, esposa do roteirista, observou: “O trabalho de autores, diretores e atores integra universos e mundos diferentes e complementares.” A filha do roteirista, Fernanda Muniz, está inscrita no Curso de Roteiros. Lauro César Muniz criou personagens inesquecíveis, como Sassá Mutema (Salvador da Pátria), além de ser responsável pelos roteiros de obras como a minissérie Chiquinha Gonzaga e a novela O Casarão. Ele revelou fazer pesquisas para um roteiro sobre a vida de Santos Dumont e mostrou interesse pelo fato de o pai da aviação ter interferido para que as Cataratas se tornassem patrimônio público. “Ainda não sabia disso,” se surpreendeu, explicando que tem projeto para gravação do roteiro. O autor, acompanhado pela esposa, também fez questão de presenciar o pôr do sol no Marco das Três Fronteiras e de conhecer o Centro de Altos Estudos da Consciência (CEAEC).

Aos mais de 40 alunos do Curso de Roteiros, Muniz revelou que é formado em engenharia civil, mas sempre teve fascínio pelo teatro, pelo cinema e, depois, pelas telenovelas. Explicou que as obras que cria surgem primeiro nos pensamentos, depois se transformam em borrões, até ganharem forma e organização. “Pra escrever uma novela, chego a criar 60 personagens,” declarou. Devido à procura, a coordenação do Curso de Roteiros decidiu estender o período de matrículas até a terceira aula presencial (29 e 30/06). “Os alunos que iniciarem o curso depois terão acesso a gravações do conteúdo já apresentado”, garantiu Ana Paula Simões, uma das coordenadoras.

O Curso de Roteiros

A Escola de Roteiros Evolutivos e Assistenciais (ESCREVA) é uma realização da Comunicons, instituição de ensino e pesquisa fundada em 2005, em Foz. O Curso de Roteiros, com duração de um ano e meio, também terá aulas online. O primeiro webnário será no dia 6 de abril, com Maria Paula, atriz e escritora com trabalhos para o humorístico Casseta e Planeta e o filme De Pernas Pro Ar.

O Curso de Roteiros vai abordar técnicas para roteiros de cinema, TV, propaganda, corporativos, vídeos para web e interativos. Serão aulas presenciais a cada dois meses, com roteiristas brasileiros renomados, além de atividades didáticas na plataforma online Guia Prático do Roteirista. As aulas seguirão até junho de 2020.

 

 

Confira o cronograma de aulas presenciais:

  • Encontro 1: 23 e 24 de fevereiro – Masterclass com Lauro César Muniz
  • Encontro 2: 27 e 28 de abril – Masterclass com Yoya Wursch
  • Encontro 3: 29 e 30 de junho – Masterclass com Francisco Ramalho Jr
  • Encontro 4: 31 de agosto e 01 de setembro – Masterclass com Marcelo Andrighetti
  • Encontro 5: 19 e 20 de outubro – Masterclass com Lusa Silvestre
  • Encontro 6: 14 e 15 de dezembro – Masterclass com Paulo Cursino
  • Encontro 7: 15 e 16 de fevereiro de 2020 – Masterclass com Edvaldo Pereira Lima
  • Encontro 8: 25 e 26 de abril de 2020 (em definição)
  • Encontro 9: 27 e 28 de junho de 2020 (em definição)



Deixe um comentário