A pandemia mudou a forma do mundo se comportar e com a publicidade não foi diferente. Hoje o consumo de notícias e de produtos é mais seletivo e com o distanciamento social causado pelo coronavírus, estar perto é um desejo cada vez maior das pessoas e quando se trata de aproximar, as revistas fazem isso muito bem.

Eu sempre costumo falar, com meus seis anos de experiência no Grupo 100fronteiras, que a revista é uma amiga na qual podemos contar quando precisamos “dar um ar” do bombardeio de notícias da televisão e das mídias sociais. Com ela ao nosso lado, podemos tranquilamente nos acomodarmos na poltrona de nossas casas e acompanhados de um café folear as páginas da revista e apreciar, sem pressa, o conteúdo exposto.

E esse é o grande triunfo de quem anuncia em revistas. Pois é com elas que os leitores prendem a atenção e passam horas lendo e absorvendo a informação que está ali. E quando uma empresa anuncia em revista, ela aumenta as chances de atrair potenciais clientes para o seu negócio. “Em meio à acelerada transformação tecnológica, jamais a informação foi tão acessível. Ao mesmo tempo, vivemos o dilema da desinformação em massa na internet, em especial nas redes sociais. Esses dois fenômenos impõem uma série de desafios para as sociedades na defesa da democracia e do bem-estar das pessoas. Para as marcas, é preciso garantir credibilidade, o que passa necessariamente por estar ao lado de parceiros confiáveis, e a atenção do público com o objetivo de expor com clareza seus produtos e serviços”, explica o Presidente da ANER, Rafael Menin Soriano.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Projeto Pay Attention e divulgada pela Associação Nacional de Editores de Revistas (ANER), os leitores prestam mais atenção ao ler revistas do que quando se envolvem com outras mídias.  A peça foi desenvolvida pelo G.Lab, do Grupo Globo.

  • 82% dos leitores gostam da publicidade em revistas;
  • 58% dos leitores disseram que não fazem mais nada enquanto leem uma revista, ou seja, a atenção está totalmente focada;
  • 43% concordam que a publicidade em revistas é mais relevante, pois a mesma gera confiabilidade;
  • 57% concordam que a publicidade em revistas faz parte da experiência, mais do que qualquer outro canal de comunicação.

“Está claro que nunca foi tão difícil para a publicidade capturar a atenção das pessoas. Mas também está claro que as revistas são grandes aliadas das marcas para que possam superar esses obstáculos. Isso porque essas publicações oferecem um jornalismo de alta qualidade, muita profundidade e segmentação. Adicionalmente, a atenção que o público dispensa ao produto impresso é sempre maior do que na interação com outros meios. É esse conjunto único que garante credibilidade e alto índice de foco na leitura, tanto no meio impresso quanto no digital”.

Rafael Menin Soriano, Presidente da ANER.

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião