O atual presidente do Centro Espírita Aprendizes do Evangelho CEAE é Márcio Rodrigo Marquetto Mauricio, que está à frente do Centro Espírita como presidente do conselho deliberativo e executivo, desde julho de 2018. No entanto, atua como voluntário desde 2009 e frequenta o CEAE desde 1999. Ele explica que o centro espírita já está há 43 anos atuando na região e mantendo os objetivos previstos no estatuto da instituição, artigo 4º, criado pelos fundadores. São eles:

  • I – o estudo sistemático do Evangelho, bem como o de todos os fenômenos relativos às manifestações mediúnicas e suas aplicações no campo das ciências morais, físicas, históricas, psicológicas, sociais e religiosas; para tanto, utilizará como roteiro básico a Obra Codificada por Allan Kardec;
  • II – a divulgação e o ensino da Doutrina Espírita, às crianças, aos adolescentes e aos adultos;
  • III – a assistência e a promoção social aos necessitados de toda ordem.

Márcio conta que a casa se mantém praticamente pelo trabalho voluntário dos espíritas. São apenas dois funcionários (uma zeladora e um vigia), que atuam no local. “Não temos recursos financeiros regulares, nem dízimo; todos os custos e recursos são oriundos de doações espontâneas e da venda de livros de nossa livraria”, explica.

Grupo dos integrantes voluntários do Centro Espírita Aprendizes do Evangelho. (Foto: NCom CEAE)

Atividades realizadas pelo Centro Espírita Aprendizes do Evangelho

De acordo com Márcio, há palestras públicas duas vezes por semana: quartas à noite e domingos pela manhã. Há também a evangelização infantojuvenil e grupo de estudos para pais e adultos, e ambos acontecem no sábado à tarde. Já nas segundas, terças, sextas e sábados à noite, o grupo de estudos se reúne.

Atividades com as crianças. (Foto: NCom CEAE)

Além dessas atividades, ocorre ainda o atendimento fraterno e espiritual, que é individualizado, no qual uma dupla de atendentes experientes do CEAE ouve, consola, esclarece e orienta as pessoas que buscam o serviço, para compreender as questões da vida e os problemas que estão vivendo.

Trabalhos assistenciais

O CEAE tem uma ação muito forte na comunidade. Por isso desenvolve diversos projetos.

Campanha do Quilo: mensalmente atendendo uma média de 80 a 100 famílias carentes de várias regiões da cidade, com cestas de alimentos e outras necessidades, como roupas, calçados e móveis, que são repassados a quem precisa. “Anualmente realizamos uma campanha para doar materiais escolares às crianças das famílias atendidas; fazemos uma campanha de cobertores e calçados no inverno, e uma campanha com livros e brinquedos antes do Natal. Ressalto que todos os meses, ao entregar as cestas, algumas voluntárias fazem leituras de histórias infantis com conteúdo moral para as crianças dos bairros atendidos”, informa Márcio.

Arrecadação da campanha do quilo do CEAE. (Foto: NCom CEAE)

Grupo de Apoio à Gestante e ao Recém-Nascido: semanalmente, às terças-feiras à tarde, atendendo uma média de 15 a 20 jovens gestantes, geralmente carentes.

Biblioteca Espírita: biblioteca com mais de 1.600 livros espíritas e outras obras relacionadas, cujo objetivo é esclarecer à sociedade os conceitos morais e filosóficos. É aberta ao público.

Voluntários do CEAE

Hoje são quase 100voluntários ativos e regulares que fazem parte do CEAE, e quase metade desse número é de voluntários eventuais. Há aindaaproximadamente 120 crianças e jovens nas atividades de evangelização infantojuvenil, cerca de 200 estudantes nos grupos de estudos e um público variável de 100 pessoas nas palestras públicas.

“Num cálculo impreciso, podemos dizer que temos 500 pessoas assíduas e envolvidas nas atividades regulares da casa, e mais ou menos 400 que assistem às palestras públicas”, destaca Márcio.

Voluntários na biblioteca espírita. (Foto: NCom CEAE)

O que é o espiritismo

De acordo com a explicação de Márcio, o espiritismo é uma “filosofia, ciência e religião, baseada nos ensinos do Evangelho de Jesus Cristo e na Doutrina Espírita (escrita por Allan Kardec, segundo o ensino dos espíritos que está codificada em cinco obras principais: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho Segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno, e A Gênese). Nossa fé consiste em Deus, Cristo e caridade, e está baseada nos princípios de Deus: imortalidade do espírito; pluralidade das existências do espírito (reencarnação); comunicabilidade com os espíritos (desencarnados), popularmente camada de mediunidade; pluralidade dos mundos habitados (há várias moradas na casa de nosso pai); e caridade”.

Por ser uma doutrina que acredita na reencarnação, Márcio ressalta que se pode afirmar que o Cristo e os profetas falavam com os espíritos, sendo assim nós também podemos. “No dizer do próprio Cristo – parafraseando: ‘Podemos fazer tudo que ele fazia e muito mais’ (João 10.34 e Sl 82.6). Em especial, na passagem conhecida com a Transfiguração do Monte (Matheus 17.2-3), Jesus conversa com Moisés e Elias, ‘mortos’ há muito tempo.”

Livraria espírita. (Foto: NCom CEAE)

Ele segue explicando que é algo natural essa capacidade que o ser humano possui e que em todos os tempos, em todos os lugares e em todas as culturas, existem relatos de comunicação com os mortos. “Na verdade, eles estão vivos, pois a morte é só do corpo, a alma, ou espírito, é imortal, e esta imortalidade foi comprovada pelo Cristo quando ele voltou após o terceiro dia depois de sua crucificação, e os apóstolos se comunicaram com ele.”

Já com relação à comunicação com os mortos, Márcio frisa que ao contatar os espíritos, por meio da mediunidade ou comunicabilidade, a prática deve ser usada sempre de maneira digna, consciente e respeitosa, conforme a lei do amor: fazendo ao outro o que gostaríamos que nos fosse feito.

“De modo geral, o espiritismo é uma doutrina filosófica libertadora, que respeita todas as religiões e filosofias que existem, reconhecendo que todas têm sua importância e seu papel para os homens; e que nada acontece sem que Deus permita, tudo tem seu propósito divino. Cada ser deve se esforçar para a sua transformação individual e assim colaborar para a transformação coletiva, para um mundo melhor”.

márcio Rodrigo Marquetto Mauricio

Endereço: Avenida Araucária, nº 1.090 – Vila A – Foz do Iguaçu.

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras.

Participe da conversa

2 Comentários

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião