Quase 17 anos separam a edição número 1 da edição 200. E o que contar nesse intervalo de tempo? Não tem como resumir uma história que começou do sonho de um casal típico da Tríplice Fronteira: ela paraguaia, ele brasileiro. Se para o amor não existiam fronteiras, para a comunicação também não teria por que ter. Foi assim que Lilian e Carlos Grellmann deram início ao sonho da Revista 100fronteiras. No quarto de casa, sozinhos, eles idealizaram o sonho que começou com eles, mas que hoje se estende para toda a equipe. Hoje mais do que uma revista impressa trinacional e bilíngue, somos um grupo que todos os dias sonha e faz acontecer. Somos o Grupo 100fronteiras, que rompe barreiras e não vê limites na comunicação. Somos, acima de tudo, apaixonados pela nossa fronteira e pelos povos que aqui vivem. Hoje, comemoramos 200 edições ininterruptas da Revista 100fronteiras, colecionando milhões de histórias, enaltecendo a comunidade trinacional e sonhando com os próximos desafios. Somos incansáveis na busca pelo conhecimento e por produzir jornalismo local de qualidade. Aliás, de jornalismo entendemos bem e muito do nosso sucesso se deve a isso. Hoje, somos um time de especialistas e fazemos parte de projetos nacionais e internacionais do Google e do Meta (Facebook). Temos orgulho da nossa história e das nossas conquistas. Somos gratos por ter chegado até aqui e mais gratos ainda por nossa comunidade, nossos parceiros comerciais e por você, nosso querido leitor, que nos acompanha. Você também faz parte dessa caminhada. Obrigada, mais uma vez. E que venham as próximas 200 edições!

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras e recentemente conquistou pela 100fronteiras o primeiro lugar no 1º Prêmio Faciap de Jornalismo.

Comentários

Deixe a sua opinião