Recheada de diversão e aprendizado, Colônia de Férias do Parque das Aves faz a alegria da criançada

415

Atividades envolveram contato direto com natureza, oficina de gastronomia e manejo de aves da Mata Atlântica. Próximo acontecerá em janeiro de 2021

A linda arara-canindé vem num rasante comer a alimentação oferecida pelos tratadores mirins. Enquanto isso, a equipe infantil de chefes de cozinha prepara pratos deliciosos que foram apresentados na oficina gastronômica “Sabores da Mata Atlântica”. Assim terminou mais uma Colônia de Férias do Parque das Aves.

Esse ano, 24 crianças de 7 a 10 anos aproveitaram parte das férias escolares ao ar livre e participaram de atividades que envolveram contato direto com a natureza. Durante os cinco dias de Colônia de Férias, as crianças brincaram, pularam, riram, fizeram amizades, resolveram desafios e conheceram mais sobre o trabalho do Parque das Aves e a importância da Mata Atlântica.

Segundo Camila Martins, coordenadora do Departamento de Educação Ambiental do Parque das Aves, a relação com o meio ambiente na infância pode trazer benefícios físicos, mentais e emocionais duradouros.

“No Brasil, mais de 80% da população mora em áreas urbanas, cercadas por prédios, paredes e muros. Através do contato com a natureza a criança desenvolve o brincar mais criativo e autêntico e descobre dentro de si o que a motiva”.

Um dos objetivos desta experiência foi colocar a natureza como espaço para as crianças explorarem os sentidos, descobrirem o novo, aprenderem brincando e observando. A atividade “Um dia de tratador” começou com um bate-papo com o zootecnista do Parque das Aves sobre a importância de uma alimentação adequada para os animais. Em seguida, as crianças foram até os recintos das aves e auxiliaram os tratadores a servir sua alimentação.

Foi o que aconteceu com Osni Henrique Nunes. Curioso e apaixonado pela mata, o menino de 10 anos aprendeu os segredos da gastronomia da Mata Atlântica, e a identificar e cuidar de diversas aves.

“Foi a primeira vez que eu participei da Colônia e gostei da experiência de ir para a cozinha e aprender sobre boa alimentação. E a tratar dos animais”.

E Osni gostou tanto da vivência que relatou para um dos educadores, ao final do dia, que quer ser chef de cozinha quando crescer.

Durante a Colônia de Férias, que terminou na sexta, 24 de janeiro, as crianças também aprenderam sobre a importância do bem-estar animal e confeccionaram pingentes e móbiles, enriquecimento ambiental que diverte as aves. E elas puderam observar a interação das aves com os itens que produziram, e fizeram anotações sobre seu comportamento.

Ano que vem tem mais

A próxima Colônia de Férias do Parque das Aves será em janeiro de 2021. Porém, para as crianças que quiserem viver várias aventuras no Parque das Aves ao longo de 2020, em breve estarão abertas as inscrições para o Clubinho Guardiões da Mata Atlântica. O Clubinho vai oferecer uma oportunidade para crianças de 7 a 10 anos conhecerem e se conectarem com a Mata Atlântica por meio de encontros mensais divertidos e educativos.

“As crianças são como sementes que, no futuro, germinarão e florescerão. Por isso, desde pequenos, precisam compreender o papel do meio ambiente na vida cotidiana”, finaliza Camila.

Sobre o Parque das Aves

Com 25 anos de atuação e 260 colaboradores, o Parque das Aves é a única instituição do mundo focada na conservação de aves da Mata Atlântica. Possui 16 hectares de mata restaurada, 1.300 aves de 130 espécies diferentes, com três viveiros de imersão e um borboletário. O objetivo do Parque das Aves é atuar investindo significativamente para criar um impacto positivo para as aves da Mata Atlântica, principalmente as 120 espécies e subespécies em risco de extinção. O Parque das Aves recebe 830 mil visitantes por ano, sendo um dos atrativos mais visitado de Foz do Iguaçu.




Deixe um comentário