De acordo com o Ministro de Turismo da província argentina de Misiones, José María Arrúa, as negociações para a retomada do voo direto entre Madri e Puerto Iguazú, suspenso em 2020 devido à pandemia, já estão em andamento.

Arrúa estará na capital espanhola neste fim de semana para acompanhar a delegação que divulgará os atrativos da fronteira na Feira Internacional de Turismo (Fitur), e já tem uma reunião agendada com os executivos da Air Europa.

O objetivo é incluir Puerto Iguazú no roteiro da companhia aérea, que está retomando suas rotas na América do Sul. A rota direta entre a Europa e a fronteira trinacional foi iniciada em 2019 e oferecia a conexão mais rápida entre o Destino Iguaçu e o continente europeu, com passagens ao custo médio de US$ 800.

“Nosso objetivo é reestabelecer a ligação com Madri. A Air Europa está voltando a operar suas rotas na América do Sul e queremos incluir Puerto Iguazú no itinerário. Uma reunião com os executivos da empresa está marcada entre sexta-feira (20) e segunda-feira (23), mas já identificamos a intenção da companhia de retomar a conectividade com Iguazú”, declarou.

Os voos entre Madri e Puerto Iguazú eram realizados uma vez por semana, com duração de 10 horas no trajeto Madri-Iguazú e 12 horas no sentido Iguazú-Assunção-Madri, sendo a opção mais rápida para viajar entre o Destino Iguaçu e o continente europeu. O preço médio das passagens era de cerca de US$ 800 (R$ 4,1 mil na cotação atual).

Comentários

Deixe a sua opinião