Indiretamente isso poderá afetar o turismo em Foz do Iguaçu

A filial argentina da companhia área Latam anunciou ontem (17) a paralização das operações, por tempo indeterminado dos voos domésticos, devido às “atuais condições da indústria local”.

“A Latam Airlines Argentina interrompe suas operações no país, tanto de passageiros como de carga, por tempo indeterminado. Este fato gerou a apresentação de um Procedimento Preventivo de Crise no Ministério do Trabalho”, informou em comunicado.

Segundo o jornal argentino Clarín, a Latam argentina era até o mês de março, o segundo maior operador local de voos dentro do território argentino, com 3,1 milhões de passageiros transportados em 2019. Estima-se que 110 mil pessoas, anualmente, chegavam a Puerto Iguazú pela Latam. Ainda conforme o Clarín, aproximadamente 8% dos visitantes do Parque Nacional Iguazú utilizavam a companhia aérea.

A Latam deixará de voar para 12 destinos domésticos, que ligava a capital Buenos aires a: Iguazú, Bariloche, Salta, Tucumán, Mendoza, Córdoba, Neuquén, Comodoro Rivadavia, Rio Gallegos, Calafate e Ushuaia – onde emprega diretamente 1.715 pessoas.

Segundo a companhia, “o encerramento das operações da Latam Argentina, por tempo indeterminado, ocorre em função das condições atuais do setor na Argentina, agravadas pela pandemia do Covid-19, em que não se visualiza a viabilidade de um projeto de operação sustentável”.

A companhia, porém, esclareceu que manterá os destinos internacionais Brasil, Estados Unidos, Chile e Peru – que continuarão a ser operados subsidiarias do grupo Latam Airlines quando acabarem as restrições impostas pelas autoridades argentinas para voos no país, no dia 1º de setembro.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião