PTI comemora bons números do Programa de Desenvolvimento de Negócios

320
Pelo edital de 2018, 128 ideias se inscreveram para tentar uma vaga na Incubadora Santos Dumont
Nove novas empresas serão incubadas pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI) a partir de janeiro de 2019. Os empreendedores participaram do processo de pré-incubação do Programa de Desenvolvimento de Negócios da Incubadora Santos Dumont e foram selecionados por uma banca de especialistas para essa próxima fase. Na noite dessa quinta-feira (08), um jantar de reuniu todos os inscritos no processo para comemorar o ano em que a Incubadora teve os melhores números da história.
Na noite dessa quinta-feira, 8, o Parque Tecnológico Itaipu ofereceu um jantar de confraternização para os inscritos no Programa de Desenvolvimento de Negócios do PTI, a Incubadora Santos Dumont. O evento aconteceu no restaurante Barrageiros, dentro do Parque, e contou com a presença de empreendedores e autoridades.
Durante o cerimonial do evento, o diretor Superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado, ressaltou que “estamos vivendo momentos históricos na região oeste do Paraná, na trajetória da Itaipu e do PTI. Nós trabalhamos para aproximar o Parque da sociedade e daqueles que buscam o desenvolvimento, criando ecossistemas de inovação e dando todo o apoio necessário. E, felizmente, estamos conseguindo consolidar isso”, comemora.
Os números da Incubadora foram celebrados na confraternização. Pelo último edital aberto, entre junho e julho, quase 130 ideias foram inscritas para tentar uma vaga na Incubadora, um recorde para a Santos Dumont.
“Foram 128 projetos inciais. Ao longo dos três meses, uns já vão desistindo porque percebem que não têm o perfil ou que a ideia não está tão pronta assim. 45 empresas chegaram ao final e, para a banca, 30 projetos foram aprovados. Nove foram selecionados para começar agora em janeiro”, explica o gestor da Incubadora, Pedro Sella.
No processo de pré-incubação, os empreendedores inscritos passam por capacitações nas áreas de mercado, gestão e pessoas, tecnologia e finanças. Para a validação dessas ideias, os inscritos passam por uma banca avaliadora, composta por empresários e investidores. Das 30 apresentações, realizadas entre os dias 5 e 7 de novembro, nove foram aprovadas para a incubação, sendo três em cada unidade da incubadora: no PTI, no Centro Universitário Uniamérica e na cidade de Marechal Cândido Rondon.
Incubadas 2019
Os trabalhos das empresas que passaram para a próxima etapa da Incubadora Santos Dumont começam já em janeiro. Uma das incubadas é a NotterBill, de Marechal Cândido Rondon, que desenvolveu um sistema elétrico para o aquecimento de aviários. Para o empreendedor, Luiz Cesar Billy, o PTI foi fundamental para o aprendizado da equipe. “O PTI nos fez ter a visão de mercado, como trabalhar com a empresa, não só com o produto. Pudemos visualizar o cliente final e esperamos, agora juntos, dar maior força para o nosso sistema”.
Foram aprovadas para a incubação:
Unidade PTI
1º lugar – Supermart: Plataforma online que reúne os supermercados, possibilitando compra e entrega; Dos empreendedores: Cibeli Saling e Marcio Scherer.
2º lugar – Coleta de Leite: Sistema de automação da coleta e rastreabilidade do leite de transportadores; Dos empreendedores: João Victor Ell, Aécio Flávio e Rafael Ghelardi.
3º lugar – TARS: Sistema de gameficação para atrações turísticas; Das empreendedoras: Bianca Gomes e Natália Teixeira.
Unidade Uniamérica
1º lugar – Projeto Aparelho Flexo Extensor: um aparelho de recuperação de trauma no joelho; Do empreendedor: Rogério Nunes Alves
2º lugar – Projeto Auditoria Analítica: sistema que tem o objetivo de melhorar a gestão na área da saúde e reduzir desperdícios; Dos empreendedores: Cleyber Henrique Santos e Marcelo Alves Gomes.
3º lugar – Projeto Desafio das Emoções: Jogo de tabuleiro para desenvolvimento de habilidades sócio-comportamentais para crianças e adolescentes; Das empreendedoras: Niadjva Medeiros, Larissa Davel, Vitória Alves e Aline Nimeyer.
Unidade Marechal
1º lugar – Projeto NotterBill: sistema elétrico para aquecimento de aviários; Dos empreendedores: Luiz Cesar Souza, Valdemar Notter e Elaine Notter.
2º lugar – Essence Vert: Indústria de extração de óleos essenciais; Da empreendedora: Lynara Maranhão
3º lugar – I.Eng – Soluções de impermeabilização da construção civil; Dos empreendedores: Leandro Specia, Luiz Henrique Specia, Marcio Rodrigo e Luiz Felipe Perin.



Deixe um comentário