cidade-Foz-do-Iguacu
Foto: Kiko Sierich.

Desde fevereiro, quando lançou o Edital de Inovação Corporativa – em parceria com a Fundação Araucária, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) abriu espaço para ouvir as “dores” de grandes empresas e indústrias paranaenses, que tiveram a oportunidade de cadastrar suas demandas no site da instituição.

Agora, chegou a vez dos empreendedores inscreverem suas propostas de soluções para essas problemáticas, até o dia 07 de agosto.

As soluções para as demandas podem abranger tanto a implementação de novos produtos ou processos, ou ainda a melhoria de produtos e processos já existentes.

  • Para conhecer todas as demandas disponíveis, basta acessar o endereço: pti.org.br/acelerafoz, no menu “Oportunidades”.
  • Já para participar, é preciso se inscrever no link: radar.pti.org.br/inscricao, optando pela alternativa “Pré-incubação“.

Para quem tem uma proposta de solução inovadora, mas que não se enquadra diretamente com nenhuma das demandas listadas, também pode inscrevê-la desde que esteja relacionada às linhas temáticas: Agronegócio, Energia, Turismo e Cidades, Segurança de Infraestruturas Críticas ou Medidas de combate aos efeitos econômicos da COVID-19.

Em caso de dúvidas, a equipe do Parque Tecnológico está disponível para esclarecimentos e prestação de apoio, através do email: editalinovacao@pti.org.br ou via telefone/WhatsApp: + 55 (45) 99116-1596.

A Incubadora do Parque Tecnológico vai selecionar 60 propostas, que receberão uma bolsa-auxílio para modelar soluções, durante dois meses.

Todas as soluções serão avaliadas e os oito projetos com maior pontuação entrarão para a incubação no PTI, onde terão acesso a toda estrutura da instituição, que inclui coworking, sala de prototipação e sala de criatividade e inovação da Incubadora, laboratórios, serviços e demais espaços do Parque.

Também receberão consultorias e mentorias, além de recursos para dar suporte ao desenvolvimento do produto, em um prazo de até 12 meses.

Medidas de combate aos efeitos econômicos da COVID-19

Startups ou pequenas empresas já constituídas e com solução validada no mercado, também podem inscrever suas propostas de projetos especificamente para a linha temática “Medidas de combate aos efeitos econômicos da COVID-19“, até o dia 26 de julho.

Essas empresas serão direcionadas diretamente a uma banca avaliativa, para verificação do grau de maturidade da solução e o atendimento de demandas sensíveis no mercado. O cadastro deve ser feito no link: radar.pti.org.br/inscricao, escolhendo a opção “Aceleração“.

As cinco Startups melhores qualificadas receberão recursos (baseado no planejamento realizado) nos valores entre R$ 60.000,00 e R$ 100.000,00 para implementação da solução proposta e aceleração do negócio.

O Programa Inovação Corporativa, do PTI, é mais uma das ações integrantes do Programa Acelera Foz – uma iniciativa de retomada econômica que tem a coordenação estratégica do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Prefeitura de Foz, Sebrae, Programa Oeste em Desenvolvimento, Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (Acifi) e Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião