Claudio Raúl Filippa publicou uma carta aberta via Facebook da prefeitura de Puerto Iguazú descrevendo a situação em que vive a cidade durante a pandemia do covid-19 e a situação crítica pela qual os cofres públicos do município estão passando. Carta reproduzida abaixo, com tradução do espanhol para a língua portuguesa. Para acessar a carta original clique aqui. Após mais de dois meses de quarentena, agradeço a todo o pessoal médico, às forças de segurança, aos funcionários municipais amados e, claro, ao nosso povo pelo sacrifício feito, por sua vocação e serviço. Devemos enfrentar o que temos de fazer: Puerto Iguazú é uma das cidades mais atingidas por esta pandemia como resultado do COVID-19.   Estamos cientes de que no mundo inteiro, a Argentina, a província de Misiones e as diferentes cidades com seus líderes comunitários, devemos superar esse momento com recursos econômicos escassos e imersos em incertezas. Mas em nossa cidade o panorama é ainda mais complexo: sabemos que dependemos do turismo, uma atividade totalmente paralisada e sem data de reativação, motivo pelo qual nossa arrecadação caiu drasticamente, o que aumentou a perda de recursos por coparticipação (o maior instrumento de financiamento para as províncias, onde Misiones foi claramente prejudicado anos atrás e não se vê nenhuma vontade concreta para corrigir esse erro) e coloca-nos em uma situação de extremo cuidado.   Estamos fazendo um grande esforço para cumprir nossas obrigações, pagar salários e, no futuro imediato, enfrentar os bônus. Pouco a pouco você viu que, sempre cuidando de nossa saúde e respeitando os protocolos (a nova palavra da moda), abrimos lojas primeiro, depois atividades esportivas e continuaremos a reativar gradualmente a sociedade. Devemos ser pacientes, com o sacrifício chegaremos à frente, mas essa é a realidade que temos que viver.   Prefeito Dr. Claudio Raúl Filippa Município de Puerto Iguazú  

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião