Uma pesquisa divulgada mostrou que a prioridade para os consumidores paraguaios será o turismo dentro do país.

A Secretaria Nacional de Turismo lançou uma pesquisa sobre “Consumo e turismo pós-coronavírus no Paraguai”, em conjunto com a consultoria paraguaia IMBUYA e a consultora argentina Singerman & Makón. O mesmo foi realizado com a metodologia internacional no final de maio deste ano.

Os resultados mostraram que os paraguaios desejam explorar o turismo dentro do Paraguai. A Ministra do Turismo, Sofía Montiel de Afara, afirmou que os dados obtidos visam implementar ações claras do Senatur, a fim de facilitar ao máximo a escolha da próxima viagem pelos visitantes. “Esses resultados nos permitem medir as novas tendências dos viajantes diante da pronta recuperação da atividade turística”, afirmou.

Uma das iniciativas já planejadas com base nos dados obtidos, dentre as quais se destaca que 61,5% dos entrevistados desejam fazer viagens dentro do país, é o eixo “Turismo rural e comunitário”: uma modalidade desenvolvidos em fazendas ou ranchos, com serviços de acomodação, alimentação e atividades tradicionais em áreas naturais, administrados pelos próprios proprietários.

Por sua parte, Pablo Singerman, CEO e fundador da Singerman & Makón, acrescentou: “É surpreendente como a situação da pandemia e da quarentena aumentou o desejo dos paraguaios de viajar a tal ponto que quase 50% declararam ter aumentado seus interesses. O turismo é listado como a prioridade e Restaurantes/Gastronomia e Cultura como segunda e terceira prioridades, atividades também relacionadas ao turismo ”.

Fonte: Assessoria de Imprensa do Senatur

Foto: Lilian Grellmann

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião