Doenca Pilonidal

Esta é uma doença que não cicatriza se não for tratada adequadamente e faz parte da lista de doenças tratadas pelo coloproctologista.

Acomete indivíduos jovens de ambos os sexos e incide habitualmente entre os 16 e os 30 anos, embora não seja incomum observarmos pacientes em idade acima de 35 ou 40 anos. Ela está associada ao início do aparecimento de pelos que vão penetrando entre as nádegas

Os principais sintomas são:

Orifícios na pele associados à dor, vermelhidão, calor, edema local, além de secreção purulenta.

A doença pilonidal é um problema benigno. Mas, em determinados casos pode requerer abordagem mais elaborada e complexa para seu tratamento definitivo.



Fatores de risco para cisto pilonidal

Com base nas teorias para o surgimento da doença pilonidal e na observação do histórico dos pacientes com esse tipo de manifestação, alguns fatores de risco foram definidos para a doença.

São eles:

  • Ficar muito tempo sentado, seja na prática de esportes (como montaria e ciclismo) ou mesmo por exigência profissional;
  • Pelos grossos, excessivos e encaracolados na região do cóccix;
  • Sedentarismo e obesidade;
  • Microtraumas de repetição;
  • Falta de higiene;
  • Uso de roupas muito justas.

O tratamento consiste na remoção da doença pilonidal, fazer a raspagem da região com tecido exposto à infecção crônica pela doença e fechar a ferida utilizando a pele ao redor da região sacral, para conseguir fazer a sutura.

O procedimento é bem rápido, em 40 minutos a 1 hora está feito.

Muito importante para evitar que a doença reapareça é eliminar os pelos durante alguns meses.

O acompanhamento pelo coloproctologista é importante para decidir o melhor tratamento.

Doutor Hijazi

Doutor Hijazi é cirurgião geral e um dos poucos coloproctologista em Foz do Iguaçu e colunista da revista 100fronteiras. O coloproctologista é o médico especializado em tratamentos cirúrgicos e não cirúrgicos de doenças do intestino, reto e ânus. Dr. Hijazi frequentemente está realizando curso para aperfeiçoar o seu trabalho poder proporcionar aos seus pacientes procedimentos mais eficazes e seguros.

Comentários

Deixe a sua opinião