Colégio Sesi Internacional - display portal

O início da minha trajetória profissional ocorreu em 21 de fevereiro de 1985, aos 18 anos de idade, quando fui incluído nas fileiras da Polícia Militar do Paraná, no Curso de Formação de Oficiais Bombeiros Militares.

Estava eu na minha plena juventude e com toda a vontade de aprender sobre a profissão que eu havia escolhido.

Foram três anos de um curso muito intenso e desgastante. Havia matérias teóricas e práticas, relativas às ações constitucionais do Corpo de Bombeiros, tais como Prevenção e Combate a Incêndios, Busca e Salvamento, Atendimento Pré-Hospitalar e tantas outras.

Em dezembro de 1987 fui declarado Aspirante a Oficial do Corpo de Bombeiros, sendo que a partir daí estava devidamente pronto para o trabalho.

Em janeiro de 1988 fui para a Operação Verão no litoral paranaense, onde pude colaborar nas missões de salvamento aquático, sendo que foi uma experiência muito importante à minha carreira.

Estagiei ainda no antigo Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) e no 4º Grupamento de Bombeiros de Cascavel, até junho de 1988, quando fui designado para prestar serviços no 1º Subgrupamento de Bombeiros de Foz do Iguaçu(1ºSGB/4ºGB).

Eu desempenhava as funções de subcomandante acompanhando todas as rotinas administrativas e operacionais da unidade.

E assim o tempo foi passando e chegando também as promoções dentro da carreira, sendo todas muito comemoradas, pois representavam o reconhecimento ao meu trabalho e dedicação à comunidade paranaense.

Houve ainda outras designações das mais diversas para funções aqui em Foz do Iguaçu e Cascavel, além de cursos de especialização e aperfeiçoamento que foram fundamentais no sucesso da minha carreira.

Destaco entre os cursos de especialização que eu tive uma oportunidade ímpar para a minha vida pessoal e profissional que foi a de ser designado para realizar o Curso de Incêndios Florestais em San Bernadino, na Califórnia, Estados Unidos. Foi uma experiência marcante recheada de novos conhecimentos e que pude aplicar em toda a vida profissional.

Em 2 de fevereiro de 2006 chegou o grande dia com o qual eu sempre sonhava e tinha certeza de que iria acontecer, que foi a minha assunção como comandante do Corpo de Bombeiros de Foz do Iguaçu, função esta desempenhada por 11 anos até o dia 6 de fevereiro de 2017, dia no qual assinei a minha passagem para a reserva remunerada do Corpo de Bombeiros.

Esta foi a minha carreira militar e da qual sinto muitas saudades, pois tudo que tenho e sou devo a ela,a qual me projetou para o próximo e novo passo da minha vida que é a vida política.

Falo isto pois como eu havia concorrido a vereança nas eleições de 2016, em que obtive 953 votos que me possibilitaram ficar na segunda suplência do partido, e devido a fatos ocorridos no município no final de 2016, pude assumir uma cadeira no Legislativo iguaçuense no dia 7 de fevereiro de 2017, permanecendo por um ano e dez meses como vereador, sempre pautando a minha conduta na seriedade e responsabilidade nos assuntos do Legislativo.

E quais foram as minhas bases na vida?

A primeira base, sem dúvida nenhuma, foi a familiar, calcada no amor, no respeito, na crença em Deus e no exemplo, pois nunca deixarei de me lembrar do meu falecido e humilde pai, que foi um operário e me dizia:

“Filho, zele sempre pelo seu nome, pois através da honestidade e correção de atitudes será por ele que você será reconhecido”. Digo ainda obrigado meu pai por este e outros ensinamentos. E as mesmas palavras do meu pai transmito aos meus filhos.

E a segunda base foi a minha vida militar, na qual sempre executei todas as tarefas com muito amor, comprometimento e dedicação, pois fui, sou e sempre serei um bombeiro militar.

Hoje ocupo a Secretaria de Governo da Prefeitura de Foz do Iguaçu, onde estou aprendendo ainda mais sobre a gestão pública, desta feita no Poder Executivo, e pasta esta que me permite continuar prestando à sociedade iguaçuense um dedicado e sério trabalho, que eu diria ser uma forma de agradecimento por tudo que conquistei nos 32 anos em que moro aqui e onde constituí uma linda e abençoada família.

* Marcos Antonio Jahnke é tenente-coronel da Reserva Remunerada do Quadro Bombeiro Militar da Polícia Militar do Paraná. Formado no Curso de Graduação em Letras, realizado na Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva de seus autores, não representando a opinião do veículo.
Fotografia: Foto – Marcos Antonio Jahnke – Comunicação Social da Câmara. Foto de Foz do Iguaçu: Lilian Grellmann.

Comentários

Deixe a sua opinião