No ano de 1800 temos relatos da primeira cirurgia de catarata, aderindo as lentes intraoculares. As lentes intraoculares têm grau, ou seja, são elas que vão auxiliar na recuperação da visão após a cirurgia.

A primeira geração de LIO se deu em 1954 com as lentes de PMMA de 8.32 mm. Depois, várias lentes foram fabricadas com materiais e tamanhos diferentes para melhorar a adaptação e a correção visual.

Atualmente contamos com alta tecnologia em lentes intraoculares. Que podem fornecer visão monofocal, multifocal, trifocal e tórica. Podendo essas substituírem os óculos de vários graus.

olhos
Foto: Reprodução internet.

Caberá ao cirurgião a melhor indicação ao caso do paciente. Pois algumas doenças ou alterações oculares podem interferir no resultado esperado da cirurgia. Ou serem contra indicativos para a implantação de determinados modelos de lente.

Marcos Szpak Martins

Crm 12.008
Cursou medicina pela Faculdade Evangelica de Medicina do Paraná
Residência Médica pela Faculdade Evangelica de Medicina do Paraná
Membro da Sociedade Brasileira de Medicina
Membro da Associação Panaense de Oftalmologia

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião