Colégio Sesi Internacional - display portal

Uma boa novidade na harmonização orofacial é, portanto, o avanço da tecnologia 3D nesse segmento de saúde, para os implantes faciais.

Têm-se a função de confeccionar próteses faciais, tendo em vista o uso individual para cada paciente.

Nem sempre, portanto, o preenchimento com bioestimuladores ou ácido hialurônico é a melhor solução, para a devida harmonização orofacial.

Por via de que as substâncias utilizadas nesses tratamentos são, em suma, reabsorvidas pelo organismo, são exigidas, portanto, novas aplicações, tendo-se uma média a cada 12 ou 18 meses.

Cirurgia em relação aos implantes

A cirurgia de implantes faciais definitivos é, então, a melhor solução em muitos casos.

A vantagem dessa prótese facial é a maior previsibilidade.

Por meio de uma tomografia, é possível reproduzir a reconstrução, tendo em vista, até mesmo de toda a face. 

O modelo é, portanto, utilizado pela fábrica para produzir a prótese sob medida para cada paciente, explica o cirurgião bucomaxilofacial Dr. Farid Miguel Damen

Após a produção da fábrica, a prótese facial customizada do paciente tem seu envio para o profissional para que ele realize a cirurgia de inserção.

As próteses 3D contém indicações, para diversos casos de implantes, entre eles estão:

  • Correção de trauma;
  • Reconstrução de tumor;
  • Formato do queixo menor que as demais áreas do rosto;
  • Ângulo da mandíbula (deixa o rosto mais quadrado, o que está virando moda nos dias de hoje);
  • Assimetria facial (quando um dos lados do rosto apresenta uma desproporção).

Formado em Odontologia pela Universidade Paranaense (Unipar), especialista em Implantodontia, especialista em Cirurgia e traumatologia Bucomaxilofacial, especialista em Ortodontia, pós-graduado em Cirurgia Ortognática, pós-graduado em Periodontia, pós-graduado em Imersão em Engenharia Tecidual Inteligente com o uso de concentrado sanguíneo e pós-graduado em Plástica Gengival.

Comentários

Deixe a sua opinião