O termo “festoon” deriva da palavra italiana “festone” – um tipo de decoração que fica pendente entre dois pontos, com uma ondulação no meio.

Da mesma forma, os festoons malares surgem como uma bolsa de pele abaixo dos olhos, numa junção entre a pálpebra inferior e a bochecha.

É, assim, um conjunto de dobras de pele, devido à frouxidão ligamentar, muscular e edema (inchaço) crônico em diferentes proporções. Os festoons podem ser de grau leve, moderado ou severo. O que causa o festoon? ⠀ Ainda não são totalmente claras as razões que levam ao enfraquecimento ligamentar e/ou muscular da região, mas acredita-se que sejam multifatoriais. Por exemplo: ⁃razões genéticas; ⁃danos causados pelo sol; ⁃envelhecimento; e ⁃deficiente drenagem linfática. Qual a prevenção? Hábitos de vida saudáveis ajudam a prevenir a formação ou piora dos festoons já estabelecidos. ⁃ Evitar ingestão alcoólica. ⁃ Cessar o tabagismo. ⁃ Ter uma dieta equilibrada e com pouco sal. ⁃ Realizar atividade física. ⁃Ter boas noites de sono. ⁃ Evitar exposição solar. ⁃ Realizar drenagens linfáticas. Quais são os tratamentos? Por ser uma alteração com múltiplas causas, não possui um tratamento simples. Para cada alteração é necessária uma abordagem. Existem várias abordagens cirúrgicas e não cirúrgicas para o tratamento. Procedimentos: ⁃resurfacing a laser (laser CO2 e Erbium YAG); ⁃ultrassom microfocado; ⁃fios de PDO; ⁃radiofrequência ⁃preenchimento; ⁃skinbooster; ⁃microagulhamento; e ⁃abordagem cirúrgica. E a indicação em conjunto ou de forma isolada pode ser benéfica para o paciente, desde que recomendada por um especialista, uma vez que um tratamento malfeito poderá piorar o caso. *Tassiane Ortega Biomédica especialista em Estética – Tratamentos estéticos minimamente invasivos não cirúrgicos. Mesmo da SBBME.    
Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva de seus autores, não representando a opinião do veículo.
Fotografia da modelo: Freepik (<a href=”https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/mulher”>Mulher foto criado por freepik – br.freepik.com</a>) . / Fotografia Tassiane Ortega – Aline Moraes.
Tassiane Ortega

Biomédica especialista em Estética – tratamentos estéticos minimamente invasivos não cirúrgicos.

Participe da conversa

1 Comentário

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião