O exame foi realizado pelo Lacen. Este é o sétimo caso registrado no ano.

O morcego foi encontrado morto numa chácara na região do Jardim Nacional. A orientação é para que quando encontrados (vivos ou mortos), os morcegos sejam isolados, evitando o contato com humanos ou animais domésticos.

O CCZ também orienta que o local seja contingenciado. Logo em seguida, os canais de atendimento devem ser acionados pelo telefone 3524-8848 ou Whatsapp 99997-4448.

Os morcegos são animais importantes na saúde do ecossistema, por isso são protegidos por Lei. Acometidos pela raiva, são vítimas assim como qualquer outro mamífero, e morrem quando contraem a doença. Em hábitos normais (voando à noite ou dormindo com sua colônia em árvores ou edificações durante o dia) não oferecem risco para seres humanos. Não devem ser perturbados, machucados ou mortos.

Vacina

A raiva não é registradas em cães e gatos na cidade, desde 2005. A vacinação preventiva ainda é a melhor maneira de proteger os animais domésticos.

O CCZ também alerta para as pessoas que tiveram contato direto com algum morcego nos últimos 6 meses, busquem a unidade de referência (UPA João Samek), para avaliação e tratamento.

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião