Mulher consciente – Malvina Noelia Solis

A argentina Malvina Noelia Solis é daquelas pessoas que encontram na ajuda ao meio ambiente a satisfação da vida

Ela é natural de Resistência, na província de Chaco, Argentina, mas passou boa parte da vida em Posadas. Lá estou turismo e conheceu o esposo, Nelson. Quando estava para se formar na faculdade veio com ele para Puerto Iguazú, e o que era para ser apenas um estágio de dois meses se transformou em seu lar. Hoje já são 16 anos morando na fronteira.

Com dois filhos, Julieta (16) e Luciano (13), Malvina busca repassar ensinamentos poderosos a eles, principalmente em se tratando de bons valores, alimentação saudável e independência. Diariamente se ocupa de suas atividades pessoais, profissionais e familiares.

Nos finais de semana, curte passeios ao ar livre com a família e os cachorros. “Somos apaixonados por animais. Temos quatro cachorros e três gatos.” Eles também gostam de sair para jantar e, sempre que podem, ela e o esposo saem para dançar. “Gostamos de bailar, é muito divertido.”

Além do gosto pela dança, Malvina também é uma amante da música. “É algo que tem muito a ver com o meu dia a dia, com a minha vida. Eu digo que é uma terapia. Meu pai ama música, e eu cresci cercada com isso, então as minhas mais doces lembranças da infância são com a música MPB.”

E falando nos pais, é neles em que se inspira. “Eu sempre busquei ser uma pessoa melhor para dar orgulho a eles. Também tento me cercar de pessoas que transmitem boa energia e me fazem fazer o meu melhor.”

Assim ela busca passar isso aos filhos e tem como um dos maiores desejos da vida ser uma pessoa mais consciente com as causas ambientais. “Meu desejo é estar cada vez mais envolvida com a proteção ambiental e animal, por isso em casa tentamos não gerar muito lixo, fazer a separação certa e também, quando estamos caminhando na rua e vemos lixo, ajuntamos. Pessoalmente sinto que coloco um grão de areia para fazer um mundo melhor.”

 

 “Eu sempre estou me colocando em desafios, sou muito ambiciosa em vencê-los. E para isso uso da criatividade, que é uma ferramenta muito forte e me ajuda a resolver problemas.”

 

Fotografar a Malvina foi super natural, ela é uma mulher muito espontânea, isso ajudou muito nas fotos saírem como ela realmente é, eu gostei muito do resultado!  

 

Fotos: Raphael Lovaski

Texto: Patricia Buche

Local: Hotel Bourbon

 

 

 

 

Newsletter

Ama a tríplice fronteira tanto quanto nós? Assine a newsletter 100fronteiras e receba conteúdo exclusivo. Seu apoio aprimora nosso trabalho para que possamos ajudar a aprofundar sua conexão com Ciudad del Este, Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú enquanto investimos no futuro do jornalismo local.

Participe da comunidade 100fronteiras

Apoiando o jornalismo local, você valoriza a sua cidade, seu estado e a integração dos três países. Nossa equipe está diariamente trazendo notícias da fronteira, apresentando novos lugares, histórias. Assinando você receberá conteúdos e promoções exclusivas.

Entre em nosso grupo do Whatsapp. Apoie a mídia local!

Nos encontramos lá, até mais!



Deixe a sua opinião