A Fundação Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR) esteve presente no Imobitech, o maior evento de imersão do mercado imobiliário do oeste do Paraná. O evento, realizado entre os dias 06 e 07 de maio, no Mabu Thermas Grand Resort, teve como propósito expandir os negócios através de novas tecnologias, tendências e inovações. 

Foram mais de 24 horas de programação com 29 experts que passaram pelo palco compartilhando conhecimentos e soluções estratégicas de atuação no mercado imobiliário.

A estrutura do evento foi configurada para promover um ambiente de troca de experiências, networking, parcerias e conexão com investidores para acelerar o crescimento dos profissionais e dos empreendimentos do ramo imobiliário e da construção civil.  

No estande do PTI, a estratégia foi conectar e apresentar as oportunidades de negócio, investimento e inovação que cidades mais inteligentes e humanas trazem para o mercado imobiliário. Também foram apresentadas as iniciativas do Centro de Engenharia e Arquitetura disponíveis ao mercado.

No sábado (07), o analista de negócios e inovação, Rafael Campos, trouxe para o palco principal do evento uma abordagem sobre as tendências de como o ambiente de Cidades Inteligentes podem impactar os novos empreendimentos.

Na ocasião o analista também comentou sobre o primeiro Sandbox Regulatório para Smart Cities do Brasil e segundo do mundo, marcos importantes que destacam o protagonismo em Smart Cities na região. 

Para o Diretor de Negócios e Inovação, Rodrigo Régis, o evento foi uma oportunidade para o Parque Tecnológico se conectar com o mercado imobiliário e se posicionar como referência no assunto.

“A participação do PTI-BR também teve como objetivo apresentar as tecnologias e iniciativas em Cidades Inteligentes que podem transformar e impactar de forma positiva o setor, aliando aspectos tecnológicos com práticas sustentáveis para a melhoria da qualidade de vida e bem-estar da sociedade”, comentou. 

Realização  

O Imobitech foi uma iniciativa da Iguassu Invest e contou com a parceria do BioPark, Enerluz, Iguassu Engenharia e Construções, Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR) e Valor Real Investimentos.

Entre os apoiadores estiveram a Secretaria Municipal de Turismo e Projetos Estratégicos, Sebrae/PR, Secovi-PR, Sistema Cofeci-Creci, Propriedades Smart, Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná (CAU) e a WMIX.

Comentários

Deixe a sua opinião