Em Foz do Iguaçu desde 1983, Paulo Pulcinelli Filho, vem de uma família de cafeicultores do norte do Paraná. Ele foi estudar em Curitiba e se formou em engenharia civil em 1979 pela UFPR. Já são 45 anos atuando nessa área. Iniciou trabalhando com construção na fronteira seca com o Paraguai, divisa com Mato Grosso do Sul, para construir as prefeituras de Sete Quedas e Tacuru. Fundou a Construtora Pulcinelli em 1982.

Ganhou experiência liderando projetos de construções de silos e armazéns de soja no Paraguai até chegar em Foz do Iguaçu. Em pouco tempo na cidade, viu a oportunidade de empreender no setor imobiliário e, em 1986, começou a construir sobrados geminados para venda no Jardim Central. Em 1993 construiu o Green Forest, edifício com nove pavimentos, ao lado do Bosque Guarani.

No início da década de 90 abriu sua primeira loja de materiais de construção. Começava ali a história da Panorama Home Center, que está entre as cinco maiores do varejo de materiais de construção do Paraná e entre as 50 do Brasil pelo Ranking Anamaco.

Como você avalia o que construir na cidade?

Estou sempre atento às oportunidades e localização. Quando iniciei nesse ramo, os sobrados estavam em alta. Ganhei fôlego, lancei um edifício e não parei mais. A partir de 2010 iniciei uma nova fase na história da empresa com a construção de residências com foco no segmento econômico destinado à primeira moradia para quem quer sair do aluguel, com mais de 500 unidades entregues.

Entre os empreendimentos que levam a marca da Construtora Pulcinelli estão o Residencial Torino, que fica bem perto do Cataratas JL Shopping, entregue em 2021; e o Residencial Tarumã, na Av. Silvio Américo Sasdelli – uma ótima oportunidade para quem deseja ter sua casa própria, com infraestrutura de lazer e segurança completos. Já entregamos 80 apartamentos e temos mais 80 para entregar até janeiro de 2023.

Junto com outros sócios identificamos a demanda por um edifício comercial moderno e arrojado. Reunimos um time de profissionais para desenvolver o projeto do Torre Marechal, empreendimento que oferece salas de vários tamanhos, espaços compartilhados como salas de reuniões e auditório, além de toda uma infraestrutura como oito elevadores e estacionamento. As últimas unidades para venda e locação ainda estão disponíveis.

Residencial Tarumã - Foz
Residencial Tarumã – Foz. (Foto: divulgação)

Você acredita que o mercado em Foz mudou muito nos últimos anos?

O mercado é muito dinâmico e é preciso estar preparado para diversos cenários no Brasil. No caso de Foz, a procura por imóveis se mantém e estamos otimistas. Em julho entregamos o Residencial Pamplona, que tem apartamentos prontos para morar no Jardim Itamaraty. Na sequência, os proprietários do Residencial Ravena também vão receber as chaves dos seus imóveis. Como estou nesse ramo há muito tempo, sempre penso de forma positiva e vejo que investir em imóveis, sempre é um bom negócio.

Qual você acredita que é a tendência do momento nesse setor?

Eu vejo as pessoas buscando muito por loteamentos, pois as formas de pagamento são mais facilitadas. Hoje, se você olhar, muitos loteamentos na cidade estão povoados e como somos uma cidade turística a tendência é que haja atração de pessoas para virem morar aqui, então o setor tende a crescer cada vez mais. 

Acredito muito no crescimento da cidade e da região, inclusive lançamos recentemente o Jardim Valparaíso, em Santa Terezinha de Itaipu e o Jardim Miraflores, em Itaipulândia com entrada facilitada e o restante em até 160 vezes.

Torre Marechal - Foz
Torre Marechal – Foz. (Foto: divulgação)

Formada em Jornalismo na UDC e pós-graduada em Relações Internacionais Contemporâneas na Unila, atualmente é jornalista da 100fronteiras e recentemente conquistou pela 100fronteiras o primeiro lugar no 1º Prêmio Faciap de Jornalismo.

Comentários

Deixe a sua opinião