Lista Vermelha de Aves Ameaçadas de Extinção do Paraná é publicada em Curitiba

542

Nesta quinta-feira, 29, foi celebrada em Curitiba a assinatura oficial do decreto da atualização da Lista Vermelha de Espécies de Aves Ameaçadas de Extinção do Paraná. O evento celebrou o trabalho conjunto entre o Parque das Aves, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente – SEMA, o Instituto Ambiental do Paraná – IAP, e a Hori Consultoria Ambiental, que há um ano iniciaram os trabalhos. O Decreto 11.797 de 22 de novembro de 2018 “Reconhece e atualiza Lista de Espécies de Aves pertencentes à Fauna Silvestre Ameaçadas de Extinção no Estado do Paraná e dá outras providências”.

Paloma Bosso, diretora técnica do Parque das Aves, esteve presente na celebração no gabinete do Secretário de Estado do Meio Ambiente, Antônio Carlos Bonetti, junto com demais envolvidos na atualização da lista, como Edilaine Vieira da Silva, diretora de avaliação de impacto ambiental e licenciamentos especiais do IAP, Sueli Ota, coordenadora de biodiversidade e florestas, e Fernanda Braga, bióloga, ambas da SEMA, além de Fernando Costa Straube, ornitólogo da HORI, e outros pesquisadores e ornitólogos do Paraná. “É necessário ressaltar que a atualização destes dados é essencial para atender a demanda de revisão a cada 5 anos, mas especialmente por permitir a otimização de ações de conservação, frente a um cenário mais realístico”, comenta Paloma.

Durante a revisão da Lista Vermelha, foram avaliadas as 762 espécies de aves ocorrentes no Paraná, baseando-se em fatores importantes como: status mundial, nacional e estadual; distribuição geográfica estadual; restrição a ambientes locais e grau de adulteração desses ambientes; utilização dessas espécies para a caça ou captura ilegal, entre outros. O resultado final de todas essas informações resultou na indicação de 118 espécies de aves com algum grau de ameaça, sendo que 11 já estão regionalmente extintas.

“É de extrema importância fazer este trabalho agora, identificando espécies que mais precisam da nossa ajuda, além de possibilitar a proteção legal das aves do estado do Paraná em risco de extinção. Agradecemos imensamente o IAP e a SEMA, que desde o começo mostraram o tamanho do seu comprometimento em realizar este trabalho”, comenta Dra. Carmel Croukamp, diretora geral do Parque das Aves.

A Lista Vermelha

A Lista Vermelha tem a função de identificar espécies correndo risco de extinção, avaliando seu grau de ameaça. Ela também tem o papel de promover a proteção oficial e legislativa às espécies identificadas como ameaçadas de extinção. Ao destacar as espécies que mais precisam de proteção, a lista permite um ranqueamento conforme o perigo de extinção. Esse ranqueamento possibilita que as políticas públicas possam ser mais efetivas na conservação das espécies.

Mas para ser eficiente, a lista vermelha deve ser atualizada a cada 5 anos, pois a situação de qualquer espécie muda ao longo do tempo. E no estado do Paraná, a última lista vermelha de aves ameaçadas de extinção tinha sido publicada somente em 2004.

Listas vermelhas no Paraná

A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas foi criada em 1964 pela União Internacional para a Conservação da Natureza (em inglês, IUCN – International Union for Conservation of Nature) para ajudar a monitorar e servir como instrumento na conservação de plantas, animais, fungos e protozoários que vivem no planeta.

O Paraná foi o primeiro estado brasileiro com uma lei voltada para a proteção da fauna e da flora (Lei nº 11.967, de 17 de fevereiro de 1995), resultando na “Lista Vermelha de Animais Ameaçados de Extinção no Estado do Paraná”, com 117 espécies de aves listadas ameaçadas de extinção. Este passo foi muito importante, pois uma lista vermelha em nível estadual indica de forma mais precisa a situação de ameaça das espécies em nível regional, possibilitando ações mais efetivas, além de mobilizar a população local.

Em 2004, a revisão dessa lista apontou 169 espécies de aves em risco de extinção, que aparecem no Anexo II do Decreto Estadual 3.148, de 15 de junho de 2004. E agora, depois de 14 anos, a lista atualizada foi publicada.

Publicação

A publicação no Diário Oficial pode ser conferida no link abaixo:

https://www.legislacao.pr.gov.br/legislacao/listarAtosAno.do?action=exibir&codAto=211323&indice=1&totalRegistros=272&anoSpan=2018&anoSelecionado=2018&mesSelecionado=11

 

 

 




Deixe um comentário