Lisandro Menu Marque responde três perguntas para a 100fronteiras

1013

1 – Conexão direta com a Europa era um sonho antigo na Tríplice Fronteira. Quais foram os desafios para essa conquista?

Foi um desafio enorme poder concretizar esse voo, que não é apenas a ligação entre Argentina e Espanha, mas sim entre a Tríplice Fronteira e a Europa. Estamos aqui tentando conectar toda a Europa com o Iguazú, fazendo uma união com o Mercosul. Além disso, cremos que os voos poderão facilmente decolar de Puerto Iguazú com pacotes favoráveis para o lado brasileiro e paraguaio. Essa conquista permitirá ainda a geração de empregos e a vinda de turistas de qualidade para a fronteira.

 

2 – Como vocês veem a alegria dos brasileiros e paraguaios com a vinda dessa rota? Foi uma surpresa?

Não foi surpresa, porque quando estudamos a rota pensamos na viabilidade para o turista brasileiro e paraguaio de poder ter uma forma mais rápida de chegar à Europa, e também foi pensado para atrair o turismo da Europa via Madrid aos três países, então a forma como os brasileiros receberam essa notícia foi algo que concretizou o nosso desejo, que é de fazer disso um voo permanente e que traga muita riqueza para a região.

 

3 – O presidente da Argentina, Mauricio Macri, comentou sobre o desejo de ter um voo de Puerto Iguazú a Londres. Seria a Air Europe uma possível parceira?

A nossa sede é em Madrid, Londres não faz parte dos nossos projetos. Mas podemos contribuir com o governo argentino e brasileiro para estudarmos novas conexões. Isso é o começo.

Lisandro Menu Marque, diretor de Desenvolvimento Internacional da Globalia.

Raio X

Frota Dreamliner 787, Boeing

9 horas de voo

Conexão rápida a 40 destinos nacionais e europeus

Segunda e sexta-feira

 

Sobre a Air Europa

Uma das frotas mais modernas do continente. É composta por mais de 50 aeronaves, cuja idade média não excede quatro anos. A empresa está integrada ao Grupo Globalia, o maior conglomerado turístico espanhol.

 




Deixe um comentário