A principio está semana estamos tendo um típico problema de chuvas intensas. Além dos mormaços nos lares iguaçuenses, igual a umidade em casa.

Seja como for, a umidade em casa que deixa qualquer dona de casa desesperada, concorda!?

Esse problema tem como causa principal o impacto do clima. Constantemente falta de ventilação nos espaços. Isso é extremamente incômodo e prejudicial para a saúde. Já que pode facilitar o desenvolvimento de mofo e até a proliferação de ácaros, pó e maus odores – os alérgicos entenderam.

Para prevenir ou tentar amenizar esse desconforto, preparamos algumas dicas que você pode colocar em prática assim que ler esta matéria. Então mãos na massa.

Dicas para eliminar a umidade em casa:

Primeiro passo

Permita que sua casa ventile. Abra portas, janelas, se necessário ligue os ventiladores por uns 15 minutos e deixe o ar circular e o sol entrar.

Segundo passo

Elimine o cheiro de umidade. Pegue alguns potinhos de manteiga e coloque pedaços de esponja encharcada com vinagre de álcool e os disponha em pontos altos da casa.

Exemplo: em cima da estante, geladeira, armários, enfim, qualquer superfície alta. A cada três dias lave a esponja, devolva no pote e acrescente mais vinagre de álcool, pois o vinagre absorve os maus odores.

Passo final

Caso seja uma típica semana de chuvas, abra a casa a cada pausa da chuva.

Mas caso sua residência tenha esse problema continuamente, temos algumas dicas caseiras que podem ajudar temporariamente:

Umidade em casa constantemente

Banheiro – Após sair do banho, abra bem janelas e portas para permitir a ventilação. Caso apareça mofo, limpe-o com sabão neutro e água.

Cozinha – Deixe a cozinha respirar, mantendo sempre as janelas abertas. Principalmente durante processos de cozimento.

Roupas – No mínimo duas vezes por semana, deixe as portas do guarda-roupa abertas, permitindo a circulação de ar. Dentro do guarda-roupa tenha também um desumidificador de ambientes – vendido em supermercados.

Participe da conversa

1 Comentário

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião