Cooperação. O ano de 2020 mostrou que é preciso cooperar para passar por momentos difíceis. A pandemia trouxe experiências e vivências até então desconhecidas para uma grande parte das pessoas, que precisaram se reinventar e redescobrir, o mesmo aconteceu com empresas e cooperativas, como a Sicredi Vanguarda, que se manteve ao lado dos associados buscando soluções para atender as demandas e necessidades.

Para falar sobre o ano de 2020, o presidente da Sicredi Vanguarda, Aldo Dagostim, conversou com a imprensa regional sobre vários assuntos, fazendo um balanço de como foi o decorrer do ano. “Foi um ano triste, em que perdemos muitas vidas. O comércio parou por um tempo e depois retomou os negócios, e isso também impactou o Sicredi, mas conseguimos superar com o apoio dos nossos associados e vamos terminar 2020 com bons resultados”, comenta o presidente.

Como foi um momento difícil, as empresas buscaram recursos para renegociar as suas operações de crédito e adquirir novos créditos para se manterem no mercado. “O Sicredi foi em busca de todas as opções que o mercado tinha, que o governo colocou à disposição, para atendermos os nossos associados, principalmente as empresas, micro, pequena, médios empresários. Buscamos mais de R$ 200 milhões em recursos, que foram emprestados aos nossos associados, e quando as linhas do governo não foram suficientes, criamos linhas próprias”, explica Dagostim.

Outro fator importante e que foi atendido pelo Sicredi em 2020, foram as renegociações. “Mais de R$ 200 milhões em parcelas de operações de créditos foram renegociadas durante o ano, o que deu um folego a mais para o nosso associado não parar o seu negócio, continuar trabalhando e produzindo para o crescimento do nosso país. Diferente do que aconteceu com o agronegócio, que não parou e teve um crescimento fantástico”, enfatiza o presidente.

Aldo Dagostin Presidente do Sicredi Vanguarda
Aldo Dagostin, Presidente do Sicredi Vanguarda.

A Sicredi Vanguarda continuou seu trabalho de expansão em 2020, inaugurou três novas agências em três cidades na região de São Paulo e do Rio de Janeiro. Também entregou uma agência nova em Foz do Iguaçu em prédio próprio, assim como em Santa Helena, além de inúmeras revitalizações nas agências.

Em 2020 o Sicredi realizou a quinta edição da campanha de poupança, esse ano com o tema ‘Poupar e Ganhar Sem Parar’ e trouxe bons resultados e ganhadores para a Vanguarda. “O crescimento da carteira de poupança foi fantástico, são quase R$ 1 bilhão de reais em recursos de poupança. Com a campanha, tivemos um contemplado com um prêmio de R$ 500 mil em outubro e mais 37 prêmios de R$ 5 mil no decorrer da campanha. Além de tudo, esse ano ajudou na conscientização das pessoas em terem uma reserva e guardar dinheiro”, explica Dagostim.

A expectativa é que o ano de 2021 seja mais leve e traga uma retomada de crescimento.

“Apesar do ano difícil de 2020, nós estamos esperando que a pandemia dê uma trégua e que aja uma retomada grande do crescimento. Nós, da Sicredi Vanguarda, estamos preparados para atender todas as necessidades de crédito que possam vir por parte dos nossos associados. As taxas de juros do Governo Federal devem se manter baixas, entre 2% e 3% ao ano, o que demonstra que a nossa economia ficará estabilizada e assim possamos ter um bom crescimento em todas as áreas.”

Créditos: Assessoria de Comunicação e Marketing

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião