Na sexta-feira, segundo previsão no site do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), as mínimas ficam negativas na região de Ponta Grossa, Guarapuava e Laranjeiras do Sul. Os termômetros podem marcar zero grau no Sul e na Capital. No sábado podem ocorrer geadas desde o Sudoeste do Estado até uma parte do Norte Pioneiro.

Julho conhecido por seu inverno se tornou um dos meses mais quentes e o início de agosto foi marcado pelo tempo seco em grande parte do estado do Paraná, fazendo com que a capital Curitiba, adotasse urgentemente um sistema de racionamento de água. Mas nos últimos dias temos visto uma estação completamente diferente, desde do dia 15 de agosto o tempo está chuvoso e em algumas regiões pode ser visto até granizos.

Mas porque será que ocorre estas mudanças tão distintas de temperatura!? Fomos atrás das respostas.

A circulação de ventos entre a baixa e a média atmosfera vai ficar concentrada entre os estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul nesses próximos dias. Além disso, duas frentes frias vão passar por essas áreas até o dia 20. A combinação desses fatores vai favorecer a ocorrência de muita chuva sobre o estado paranaense nos próximos 7 dias.

Massas de ar frio fortes ocorrem quase todos os anos no Sul do Brasil, mas esta será excepcionalmente forte e abrangente para a segunda metade do mês de agosto. A queda da temperatura será sentida a partir da quinta, a sexta e o começo do sábado serão dias de muito frio no Sul do Brasil.

Como a massa de ar será por demais gelada, é comum que chegue com vento moderado a forte que vai trazer sensação térmica com números muito baixos, negativos em algumas localidades.

O alerta é para a probabilidade de neve que é altíssima, nos próximos dias as previsões serão atualizadas conforme a movimentação da massa polar.

Os estudos dos meteorologistas nas últimas horas e dias já indicaram neve no Uruguai, perto da cidade de Buenos Aires e nas províncias argentinas de Santa Fé e Entre Rios, na maior parte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná, e até em Curitiba. Há previsão de muito frio em quase todo o estado, com risco de geada entre os dias 21 e 22 de agosto.

Fonte: Instituto de Meteorologia – MetSul e Clima tempo

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião