Quem costuma abastecer com frequência deve ter percebido a queda do combustível nos últimos meses, principalmente após o inicio da pandemia de Covid-19. No entanto, em junho, o combustível voltou a subir na região sul do Brasil, mas ainda é a menor taxa do país. Além disso, o Paraná possui o menor preço do combustível.

De acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL) no sul do país a gasolina, que em maio era vendida por R$ 3,763 o litro, teve um acréscimo de 4,7% e foi encontrada nos postos ao preço médio de R$ 3,940. O mesmo ocorreu com o diesel que teve acréscimo de 3,21%, e passou a ser vendido ao preço médio de R$ 2,956 o litro.

Mas mesmo com esse aumento significativo, o combustível no sul do país ainda é 17% mais barato que o encontrado na Região Norte, onde está a maior média nacional para o combustível.

Com relação ao etanol, o aumentou veio mais para o final de junho, fechando com alta de 2,99%, assim, passando a custar R$ 3,375 o litro.

Paraná mantém o menor preço do combustível

O IPTL divulgou também que o estado paranaense lidera o ranking dos menores preços para os principais combustíveis. Assim, de acordo com os dados, o diesel foi comercializado a R$ 2,867, um aumento de 4% em relação a maio. Já o etanol registrou alta de 6,3% e foi comercializado a R$ 2,755. A gasolina, que em maio foi vendida a R$ 3,614, apresentou um avanço de 5,2% e foi comercializada nas bombas paranaenses a R$ 3,803.

Em Foz do Iguaçu o preço da gasolina está um pouco acima da média paranaense que é de R$ 3,803. De acordo com pesquisas internas feitas pela redação da 100fronteiras, em dois dos principais postos de combustíveis da cidade, a gasolina comum está sendo vendida por R$ 3,89, confirmando o aumento dos últimos dias.

Sobre o IPTL

O Índice de Preços Ticket Log é um índice de preços de combustíveis levantados com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que representa um milhão de veículos administrados pela marca.


Deixe um comentário

Deixe a sua opinião