Itaipu e prefeitura anunciam investimentos de R$ 25 milhões para Foz do Iguaçu

Foram assinados três convênios nesta quarta-feira (20): recuperação de asfalto na Vila C, projetos ambientais e revisão do plano de saneamento, que terá a participação do Parque Tecnológico Itaipu.

A Itaipu Binacional e a Prefeitura de Foz do Iguaçu assinaram nesta quarta-feira (20), na Fundação Cultural, três convênios no valor total de R$ 25 milhões. Um dos projetos, com investimento de R$ 15,1 milhões, vai permitir a recuperação de todo o asfalto da Vila C, do pavimento de algumas áreas do bairro Bela Vista e ainda do acesso ao Núcleo Especial de Polícia Marítima (Nepom) no Rio Paraná, próximo à Ponte da Amizade.

Outro convênio, de R$ 9,1 milhões, prevê a implantação no município de projetos socioambientais já desenvolvidos por Itaipu na região – entre eles, melhoria de estradas rurais, recuperação da faixa de proteção junto ao reservatório da usina, programas de educação ambiental e a ampliação da infraestrutura da coleta seletiva.

O terceiro convênio é uma parceria da prefeitura e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI) para a revisão do plano de saneamento de Foz do Iguaçu, no valor de R$ 800 mil.

A cerimônia teve a participação do prefeito de Foz, Chico Brasileiro; do vice, Nilton Bobato; do diretor de Coordenação de Itaipu, Newton Luiz Kaminski; e do diretor administrativo-financeiro do PTI, João Biral Junior – entre outras autoridades municipais, técnicos de Itaipu e lideranças comunitárias.

Dos R$ 25 milhões, mais de R$ 16 milhões serão repassados por Itaipu – o restante será contrapartida do município. Newton Kaminski observou que as ações têm conexão entre si e destacou o vínculo histórico de Itaipu com a Vila C, criada para receber os trabalhadores que construíram a usina.

O local também faz parte do corredor turístico do município, ao ligar a cidade ao Refúgio Biológico Bela Vista (RBV), e abriga ações importantes da usina, como a recuperação da nascentes do Córrego Brasília. “Estamos resgatando a Vila C e esses projetos não vão parar”, assegurou.

Sobre a revisão do plano de saneamento, Kaminski explicou que a ideia é estabelecer um planejamento para os próximos 20 anos, assentado em quatro eixos: água, esgoto, gerenciamento de resíduos e drenagem urbana. “Hoje de manhã, por exemplo, com a chuva, vimos a quantidade de água acumulada sobre o pavimento. Esse é um ponto importante que vamos trabalhar nesse plano”, exemplificou.

Coleta seletiva

Dentre as ações socioambientais previstas no convênio com a prefeitura, o diretor de Itaipu destacou os investimentos para a melhoria da coleta seletiva, como a aquisição de equipamentos e a recuperação de oito barracões utilizados pela Cooperativa dos Agentes Ambientais de Foz do Iguaçu (Coaafi), para a separação do material reciclável.

“Também estamos prevendo a construção de uma central de comercialização, para o início do ano que vem. São investimentos que vão trazer benefícios para a população e, principalmente, para os catadores [de material reciclável]”, completou.

Anderson Cardoso Querino, técnico operacional e administrativo da Coaafi, disse que atualmente a cooperativa trabalha com 110 catadores e atende de 7% a 8% da área do município, além dos grandes geradores. Com os investimentos nos barracões e equipamentos, a expectativa é elevar o número de catadores para 240, em dois anos, atendendo 100% do município. “O objetivo é transformar Foz do Iguaçu em referência na coleta seletiva.”

Apoio imprescindível

Chico Brasileiro agradeceu o apoio da binacional, segundo ele, “imprescindível para o desenvolvimento de Foz e para que possamos apostar num futuro melhor”. “Eu diria que hoje o município de Foz do Iguaçu tem muito a agradecer a Itaipu, especialmente ao diretor-geral brasileiro, Luiz Fernando Vianna. Porque, neste ano, nós já assinamos diversos convênios que são estratégicos para o desenvolvimento do município”, salientou.

O prefeito comunicou que a primeira fase da revitalização do asfalto na Vila C já foi licitada e que as obras começam no dia 15 de janeiro. Paralelamente, serão licitados os outros trechos – dentro da própria Vila C e para o acesso ao Nepom. “Quando terminarmos a primeira fase, já daremos sequência à segunda. Ou seja, 2018 será um ano de obras na Vila C graças a esse convênio.”

Oeste do Estado

Os investimentos anunciados para Foz do Iguaçu fazem parte de um grande pacote que vai beneficiar 54 municípios da região Oeste do Estado. Os convênios entre Itaipu e as prefeituras, no valor total de R$ 250 milhões, foram assinados na última segunda-feira (18), em Curitiba, com a presença do ministro da Saúde, Ricardo Barros, da vice-governadora do Estado, Cida Borghetti, e do diretor-geral de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna.

Foto: Alexandre Marchetti/ Itaipu Binacional

Newsletter

Ama a tríplice fronteira tanto quanto nós? Assine a newsletter 100fronteiras e receba conteúdo exclusivo. Seu apoio aprimora nosso trabalho para que possamos ajudar a aprofundar sua conexão com Ciudad del Este, Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú enquanto investimos no futuro do jornalismo local.

Participe da comunidade 100fronteiras

Apoiando o jornalismo local, você valoriza a sua cidade, seu estado e a integração dos três países. Nossa equipe está diariamente trazendo notícias da fronteira, apresentando novos lugares, histórias. Assinando você receberá conteúdos e promoções exclusivas.

Entre em nosso grupo do Whatsapp. Apoie a mídia local!

Nos encontramos lá, até mais!



Deixe a sua opinião