Foto: Débora Black

Antônio Carlos de Oliveira, de 58 anos, foi internado no HMCC no dia 18 de junho, com insuficiência respiratória aguda grave, em decorrência da covid-19.

Devido às comorbidades apresentadas pelo paciente e o estágio do comprometimento pulmonar na chegada ao hospital, recebeu uma nova terapia no combate ao novo coronavírus por ventilação mecânica não invasiva (VNI). Essa tipo de suporte não requer a intubação para utilizar o ventilador respiratório.

“Esta terapia oferece maior conforto ao paciente e possibilita uma alta hospitalar mais rápida”, explicou o diretor técnico do HMCC, Rodrigo Romanini. Segundo ele, esta alta hospitalar ocorreu em tempo recorde, pois o paciente chegou em estado grave, transferido de outro hospital do município, apresentando quadro de diabete, hipertensão arterial e dengue. “ Com a aplicação do Protocolo do Núcleo de Inteligência de Combate ao Covid-19 do HMCC, obtivemos sucesso”, disse o médico.

Foto: Débora Black

Já a outra alta, trata-se de paciente de 23 anos, internada há sete dias, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que preferiu não se identificar.

Com aplausos, ambos deixaram o centro hospitalar.

“Muito obrigado pelo atendimento prestado e todo carinho que a equipe de profissionais prestaram no meu caso, disse Antonio. Bastante emocionado abraçou a família cheia de saudades.

Hoje, o hospital tem sete pacientes internados na Unidade de Tratamento da Covid-19. Seis são de leitos de UTI e um de semi-intensivos.

Foto: Débora Black

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião