Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

O empresário José Marcos Sarabia e seus irmãos, Paulo Sergio e Antônio Ivar, diretores da Tecnomyl Brasil e da Agropecuária Cataratas, fizeram a entrega simbólica de um cheque de R$ 540 mil para o Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mantido por Itaipu, na tarde desta segunda-feira (29), em Foz do Iguaçu (PR).

José Marcos passou 17 dias na UTI do hospital, com sintomas graves da covid-19, e a doação é uma forma de agradecimento e de o grupo “ajudar em um momento tão delicado para o Brasil e para o mundo“. Ele direcionou a doação para o atendimento a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

A administração do HMCC já definiu que parte do dinheiro será utilizada na realização de testes de covid-19 nos pacientes oncológicos com indicação de internação.

“Muitas vezes, pela condição clínica ou tratamento em curso, esses pacientes não apresentam os sinais e sintomas clássicos do novo coronavírus. Com isso, iremos proporcionar mais segurança a eles”, explicou o médico Rodrigo Romanini, diretor técnico do HMCC.

Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Outro investimento será numa ala exclusiva para cuidados paliativos, no setor de oncologia, além da aquisição de materiais como cadeiras de rodas, roupas de banho, cobertores, toalhas e medicamentos de alto custo para o tratamento de covid-19.

Além dessa doação, o Grupo Sarabia também contribuirá com 3 mil litros de álcool em gel, que ajudará a impedir a propagação do vírus.

“Somos gratos ao Grupo Sarabia. Ações de solidariedade nos incentivam a continuar prestando um serviço humano e de qualidade e fazem toda a diferença para os pacientes atendidos em nossa instituição”, disse o diretor-superintendente do HMCC, Fernando Cossa.

Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Salvar vidas

Para o empresário José Marcos Sarabia, a contribuição é uma forma de unir forças com o HMCC, no sentido de salvar outras vidas.

“Como é do conhecimento de todos, eu fui uma das vítimas da pandemia. Agradeço a Deus, a todos que oraram por mim, aos profissionais da saúde e às pessoas que me ajudaram nesse momento difícil”, disse o CEO do Grupo Sarabia, que passou em estado grave, numa unidade de terapia intensiva, 17 dias internado no HMCC.

O internamento e a alta

José Marcos Sarabia, de 56 anos, foi o primeiro paciente internado na ala exclusiva da Unidade de Tratamento Covid-19 (UTC). Durante esse período, ele foi tratado à base de hidroxicloroquina em combinação com azitromicina, associadas a outros medicamentos.

“A primeira alta hospitalar foi uma vitória para todos nós, para a cidade de Foz do Iguaçu. Conseguir recuperar a saúde de um paciente que esteve em estado tão grave, intubado por dias, demonstrou que estávamos preparados para enfrentar essa pandemia, a exemplo das melhores instituições médicas do Brasil”, disse Rodrigo Romanini.

O médico explicou que o HMCC adotou no atendimento do paciente todos os protocolos clínicos modernos e atualizados, sempre em linha com o Centers for Disease Control and Prevention (CDC-EUA) e com a Organização Mundial da Saúde (OMS), além do Hospital Albert Einstein, um dos mais respeitados do mundo. A aproximação do Costa Cavalcanti ao Albert Einstein foi ampliada graças à ajuda dos irmãos, esposa e filhos de José Marcos Sarabia, contou ainda Romanini.

O HMCC

O Hospital Ministro Costa Cavalcanti é a única referência para o Sistema Único de Saúde (SUS) no município de Foz de Iguaçu para o tratamento de pacientes com câncer, gestantes de alto risco e pacientes com cardiopatias agudas.

Com a maior parte das suas instalações dedicadas exclusivamente ao atendimento da população que não possui planos privados de saúde, realizou em 2019 mais de 32 mil atendimentos a pacientes de alta complexidade do SUS.

Grupo Sarabia no Paraguai

O Grupo Sarabia, que no Paraguai abrange as empresas Tecnomyl, Agrofértil e Agropecuária Campos Nuevos, criou uma ONG para apoiar a população carente e os hospitais e centros de saúde, com a entrega de kits de alimentos, distribuição de álcool em gel para hospitais e centros de saúde, equipamentos de proteção e materiais de biossegurança para médicos e enfermeiros.

“Dedicamos todas as nossas ações de responsabilidade social corporativa à ajuda solidária ao sistema de saúde. Juntos somamos forças e apoiamos a prevenção contra a covid-19”, finalizou o empresário.

Doação da Droga Raia Brasil

A empresa de farmácias Droga Raia Brasil também fez uma doação ao HMMC, na última sexta-feira (26), no valor de R$ 500 mil.

O valor será destinado à compra de vários itens, como camas hospitalares, ventiladores pulmonares, cadeiras de rodas, equipamento de proteção para equipe de atendimento, 12.500 máscaras de proteção facial descartáveis, mil luvas, 1.800 aventais e 500 toucas descartáveis.

O apoio da Itaipu

A Itaipu é uma das principais parceiras da região de Foz do Iguaçu no combate à pandemia de covid-19, com uma série de ações voltadas à prevenção e tratamento da doença, incluindo convênios e medidas de auxílio eventual que, no total, mobilizaram R$ 23 milhões dos caixas da empresa.

Parte desse recurso (R$ 15 milhões) foi empregada na reestruturação do HMCC, para a compra de equipamentos e a criação da Ala Covid-19, e no auxílio (R$ 5,5 milhões) a 76 entidades de ajuda humanitária, que atuam diretamente no socorro à população mais atingida economicamente pela pandemia.

leia mais

Deixe um comentário

Deixe a sua opinião