Tríplice Fronteira está no top 10 da Netflix. Neste mês foi lançado a terceira temporada da série “Sintonia” produzida por Kondzilla, produtor de clipes de funk e dono de um dos maiores canais do Youtube Brasileiro.

A terceira temporada está sendo sucesso entre os fãs. A região trinacional abriu o terceiro episódio da temporada, mostrando a Fronteira Brasil – Paraguai, a aduana, Ponte da Amizade e um pouco de Ciudad del Este, a abertura ilustra os atores viajando rumo a Pedro Juan Caballero onde um dos protagonistas fará “negócios”, internacionalizando o tráfico de drogas.

Gravação do início do episódio 3.

O enredo de Sintonia é dramático e mostra a realidade das favelas do Brasil, assim como o “por trás das câmeras” da vida de muitos mcs.

O idealizador do projeto conversou com o apresentador e comediante Danilo Gentilli sobre a concepção de roteiro, revelando o que seria real e o que seria ficção.

“É uma série que envolve o universo da música, mas não é musical. É baseada em fatos reais, coisas que a gente ouviu dizer, histórias do vizinho, do fulano, do amigo. Mas claro que é baseado, é ficção.”

Disse Konrad Cunha Dantas em conversa com o apresentador Danilo Gentilli.

Sobre Sintonia

A série foi lançada em 2019 e já possui 3 temporadas. O enredo se passa em uma favela de São Paulo, acompanhando a jornada de três amigos: DoniRita Nando.

Doni (Jottapê), que busca conquistar seu espaço enquanto funkeiro e tem que lidar com a falta de apoio dos pais. Rita (Bruna Mascarenhas), que após colocar sua melhor amiga numa roubada decide procurar acolhimento na igreja evangélica. E Nando (Christian Malheiros), pai de uma menina pequena que vê no tráfico a melhor oportunidade que tem de subir na vida.



Comentários

Deixe a sua opinião