Colégio Sesi Internacional - display portal

Hoje, dia 13 de outubro, a cidade de Presidente Franco completa seu 92° aniversário de fundação.

A cidade foi fundada em 1929, por Don Vicente Matiauda, ​​próxima a Ciudad del Este. Ela se configura como um dos portos mais importantes da região, principalmente para o transporte de madeira e erva-mate.

Em 1974, Presidente Franco foi declarado um município de terceira categoria e, em 1979, foi declarado município de primeira categoria. Após vários anos de desenvolvimento e crescimento populacional, a cidade tornou-se a cabeceira de outros portos fluviais, como Puerto Indio, Hernandarias, Marangatú e Carlos Antonio López. 

Desde antes já desempenhava um importante papel comercial, devido ao fato de que diversos produtos comerciais, advindo do porto fluvial de Encarnación, entravam na cidade.

Tríplice Fronteira e Segunda Ponte

Quando se fala em Tríplice Fronteira vem à mente a formação das cidades de Foz do Iguaçu (BR), Puerto Iguazú (AR) e Ciudad del Este (PY). Mas talvez o que poucos saibam é que antigamente, antes da construção da Ponte Internacional da Amizade ligando o Brasil ao Paraguai, a Tríplice Fronteira era formada pelas cidades de Foz do Iguaçu (BR), Puerto Aguirre (AR) e Presidente Franco (PY), e a passagem era feita pelos rios Paraná e Iguaçu.

De acordo com o historiador Micael Alvino, quando a Ponte da Amizade foi inaugurada, em 1965, as pequenas cidades paraguaias deram uma freada em seu desenvolvimento e com isso Ciudad del Este, até então inexistente, cresceu consideravelmente, passando a ser a nova ligação terrestre entre Brasil e Paraguai.

“Até 1965, Presidente Franco era um porto em que se trabalhava muito com a madeira que era exportada para o Brasil e Argentina. Com a construção da Ponte Internacional da Amizade, cidades pequenas como Hernandarias, Minga Guazú e Presidente Franco deram uma freada, pois a economia foi toda para Ciudad del Este por causa da ponte”, informa o jornalista Luis Cataldi Viedma, especialista em turismo e morador de Presidente Franco. 

Com o sucesso da Ponte da Amizade e com o grande fluxo de caminhões passando pelo centro de Foz do Iguaçu, viu-se a possiblidade e necessidade de construir uma segunda ponte, desta vez com a cidade de Presidente Franco, algo que retoma à origem de parte da Tríplice Fronteira.

Passeios turísticos

Saltos del Monday

Eles constituem um espetáculo natural notável que apresentam uma longa história, pois foi uma das estações do caminho pré-hispânico dos Guarani. Los Saltos, com mais de 40 m de altura, são formados por três grandes quedas principais com outras menores que caem perto da foz do rio Monday, um dos principais afluentes do rio Paraná. 

É um belo espetáculo que, com suas espumas brancas e o vapor causado pelo impacto das águas com as pedras e arbustos que circundam a imensa depressão do rio Monday, pode ser avistado de um sistema de mirantes e passarelas, advindos de um belo parque natural.

O parque é utilizado por turistas da região para piqueniques, caminhadas e acampamentos. Sua natureza é própria, com espécies únicas de flora e fauna, muito características e representativas da região florestal do antigo Alto Paraná.

Museu Moisés Bertoni

Monumento Científico Moisés Bertoni

O Museu Moisés Bertoni é um lugar único, onde é possível encontrar os trabalhos de pesquisa de Bertoni, sobre a rica flora paraguaia. O museu foi recentemente restaurado. Esta área protegida tem 199 hectares nos quais podem ser apreciados os legados do sábio Bertoni na botânica, zoologia, meteorologia, antropologia e outras ciências. 

O museu está localizado às margens do Rio Paraná. Na região, uma pequena área de Mata Atlântica do Rio Paraná está protegida, e existem algumas nascentes de água e cachoeiras. Também são realizadas pesquisas e ensaios agroflorestais experimentais, estimando-se que cerca de 60% das espécies vegetais foram introduzidas por Moisés Bertoni. Além do mais, a etnia Mbyá está situada no norte da região.

Marco das 3 Fronteiras

Marco das 3 Fronteiras lado paraguaio

O Marco das Três Fronteiras é um obelisco e ponto turístico localizado nas cidades de Foz do Iguaçu, Puerto Iguazú e Presidente Franco referente ao local de divisa territorial respectivamente entre o Brasil, a Argentina e o Paraguai.


O Marco do Paraguai, Hito Três Fronteiras como é chamado, ainda é um lugar pouco conhecido e desconhecido por muitos, até mesmo pelos paraguaios. Inaugurado em 30 de dezembro de 1961, era abandonado e não tinha o menor cuidado na sua preservação e atenção merecida aos visitantes.

Em 2016 com a nova administração da cidade de Presidente Franco, o prefeito Sr. Roque Godooyque conseguiu apoio privado e público para revitalizar recuperando todo o Marco do Paraguai.

Rio Paraná

Na foz do rio Yguazú, ou Iguazú, está localizado o “Mirador”, de onde você pode ver os marcos da fronteira com as cores dos três países. Você também pode cruzar o rio de jangada até chegar à Argentina.

Comentários

Deixe a sua opinião