Nesta sexta-feira (01) muçulmanos da Tríplice Fronteira – Brasil Argentina e Paraguai iniciam o período de jejum do Ramadã, mês sagrado para a religião islâmica em todo o mundo. 

O Ramadã acontece no nono mês do calendário islâmico, onde praticam o jejum ao nascer do sol e se estende até o pôr do sol, esse é um dos 5 pilares do islã, o qual está prescrito no alcorão sagrado.

No islamismo os 30 dias de Ramadã é o período mais sagrado para os muçulmanos, tendo seu inicio e fim definido conforme o calendário lunar e a chegada da lua crescente.

É importante frisar que não se trata somente de privar as refeições, mas de se abster de toda e qualquer prática e pensamento malicioso. Treina-se durante o Ramadã a bondade, a caridade, a fraternidade e a sensibilidade em relação ao próximo. Renova-se a fé em Deus. Para além do jejum do corpo, temos o alimento da alma. 

É importante compreender essa essência do Ramadã para alcançar o seu real significado e propósito. 

No ano passado quando o Ramadã inicou, estávamos em um momento delicado da pandemia, onde ainda tinha várias restrições, inclusive na Mesquisa Omar Ibn Khatab.

Você pode ver mais detalhes de como foi clicando aqui.

Funcionamento da Mesquita Omar Ibn Khatab – Foz do Iguaçu 

A Mesquita anunciou em seus canais de divulgação que já está aberta.

"Assalamu Aleikon,
Em nome de Deus o Clemente e o Misericordioso.
É com imensa alegria que o CCBI comunica a reabertura de nossa Mesquita para todas as orações e o Salat al Tarawih, após dois longos e difíceis anos, para toda a nossa comunidade islâmica de Foz do Iguaçu.
As orações iniciarão a partir do Salat al Isha as 20h15, seguindo as tradições dos anos anteriores para os homens, as mulheres, os jovens e as crianças.
O CCBI deseja um abençoado Ramadan, que Allah aceite o nosso jejum.
Sejam todos bem-vindos novamente!"
Kol 3am wa anton bi5air

A Mesquita também divulgou o calendário e horário das orações do mês.

Comunidade muçulmana em Foz do Iguaçu e na Tríplice Fronteira

Segundo dados do último censo do IBGE, existem 35 mil muçulmanos no Brasil e só no Paraná 24 municípios têm presença islâmica. Foz do Iguaçu é a cidade que abriga a maior parte dos muçulmanos que vivem no Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo. 

Cerca de 12 mil árabes-mulçumanos vivem entre Foz do Iguaçu e Ciudad del Este (Paraguai).*

 Além disso, a cidade abriga a maior Mesquita da América Latina, a mesquita “Omar Ibn Khatab”.  A cidade paraguaia vizinha Ciudad del Este também conta com uma uma mesquita, tornando visível a forte presença da religião islâmica na região fronteiriça. 

Comentários

Deixe a sua opinião