banner-foz-itaipu-foz

O Ministro da Saúde do Paraguai, Julio Mazzoleni apresentou sua renúncia ao cargo de chefe da pasta de saúde nesta sexta-feira (05), ao Presidente da República do Paraguai, Mario Abdo Benítez.

A confirmação de Mazzoleni foi por meio de comunicação à emissora estatal Paraguay TV. Segundo o agora ex-ministro, a decisão foi discutida e tomada esta manhã com o presidente Benítez.

O vice-ministro Julio Borba assume o cargo interinamente. A presidência da república comunicou que Mario Abdo nomeará o sucessor de Mazzoleni nas próximas horas.

Entre os motivos, Mazzoleni destacou a necessidade  de se ter um bom relacionamento com o Congresso e servir aos interesses superiores da nação paraguaia.

“É um momento em que é absolutamente necessário que os paraguaios se unam para enfrentar o pior momento da pandemia. Temos esse desafio. Por outro lado, um bom relacionamento harmonioso com o Congresso Nacional é absolutamente necessário para todos os projetos de alta hierarquia para o bem da nação… O interesse nacional está acima de qualquer pessoa e espero que esta decisão sirva para unir o país”, disse ele à emissora Paraguay TV.

A renúncia ocorre um dia depois de ter perdido o apoio do senado paraguaio e o mesmo emitir um comunicado exigindo a saída de Mazzoleni e seus colaboradores, em meio à crise causada pela falta de medicamentos e leitos nos hospitais públicos do Paraguai.

Diálogos 100fronteiras

Deixe a sua opinião