A partir desta quarta-feira, o Paraguai passará a exigir as duas doses da vacina contra covid-19 para entrada no país.

A medida vale para estrangeiros não residentes no país que seja maior de 18 anos, é preciso apresentar o comprovante de vacinação com o cronograma completo, 1º e 2º dose ou dose única.

Para os países MERCOSUL, e para as cidades gêmeas, que é o caso de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, estão dispensados da realização do PCR ou teste antígeno.

As pessoas das cidades gêmeas precisam comprovar que residem na cidade fronteiriça, e além disso, não é exigido nenhum requisito de saúde para a entrada.

Os principais requisitos:

Certificado de vacinação contra COVID-19

  • Os viajantes não residentes no país, a partir dos 18 anos, devem apresentar um certificado de vacinação com calendário completo para entrar no país. Os viajantes que atingiram 2 semanas após receber a segunda dose, ou aqueles que receberam uma dose única de um esquema de vacinação de dose única, são considerados totalmente vacinados.

•  Todas as pessoas que ingressem das cidades gêmeas devem comprovar que residem na cidade fronteiriça. 

Eles não exigem quaisquer requisitos de saúde para a entrada.    

•  Viajantes dos Estados Partes do MERCOSUL (Argentina, Bolívia, Brasil e Uruguai) e viajantes de países que fazem fronteira com o Paraguai. 

-Todas as pessoas maiores de 18 anos devem apresentar certificado de vacinação com calendário completo contra a COVID-19.

– Os viajantes dos Estados Partes do MERCOSUL, bem como os de países que fazem fronteira com o Paraguai, estão isentos de realizar RT-PCR ou testes de antígenos. 

Clique aqui para acessar o documento completo.

Comentários

Deixe a sua opinião